Afinal, o tamanho importa? Quase nada, segundo estes três estudos

Nós, homens, somos obcecados pelo tamanho do nosso pênis. É uma tradição masculina desde que Adão cobriu seus dotes com uma folha de bananeira pela primeira vez. Ou seja lá a folha de qual árvore ele usou.

Mas afinal, as mulheres se importam com o tamanho ou não? Evidentemente, essa resposta vai variar de uma mulher para outra. Mas o EL HOMBRE se debruçou em estudos científicos para tentar chegar à conclusão mais abrangente.

ESTUDO #1

Vamos começar com uma pesquisa suíça que investigou quais são os fatores que tornam um pênis mais atraente. Sabe o que ficou em primeiro lugar? A limpeza. Em seguida vem “pelos pubianos bem cuidados”.

O comprimento nem mesmo entrou no pódio, cravando um modesto quinto lugar. Eis a lista, que foi publicada no Journal of Sexual Medicine:

  1. Aparência cosmética
  2. Pelos pubianos bem cuidados
  3. Pele peniana bonita / Circunferência (empate)
  4. Formato da glande (cabeça)
  5. Comprimento
  6. Aparência do escroto (vulgo saco)
  7. Posição e formato da uretra (o buraquinho)

Ou seja, as mulheres estão mais preocupadas com a higiene do seu pênis do que com o tamanho dele.

ESTUDO #2

Mas elas de fato preferem um membro levemente avantajado, segundo pesquisadores dos Estados Unidos, com destaque para a palavra “levemente”.

Num estudo realizado pela Universidade da Califórnia, as mulheres escolheram um tamanho de 16 cm de comprimento por 12,2 cm de espessura como o ideal em relacionamentos de longo prazo. No sexo casual esse número subiu para 16,3 cm de tamanho e 12,7 cm de circunferência.

Levando em consideração que a média dos homens americanos é de 14,2 cm (comprimento) por 12,2 cm (largura), dá para ver que as mulheres preferem um parceiro que é um pouco acima da média, mas não muito.

ESTUDO #3

E para finalizar a nossa investigação, uma pesquisa da fabricante de brinquedos eróticos Lovehoney revelou os nove fatores que as mulheres acham mais importantes numa transa. E adivinha só? O tamanho nem mesmo entrou na lista:

  1. Amor (39%)
  2. Química (29%)
  3. Autoestima sexual (8%)
  4. Bom humor (7%)
  5. Desejos compatíveis (5%)
  6. Boa técnica (4%)
  7. Aparência (3,5%)
  8. Compromisso (3%)
  9. Abertura para tentar novas coisas (1,5%)

A moral da história é que nós, homens, nos preocupamos à toa quanto o assunto é o tamanho do nosso júnior. Sim, as mulheres preferem quem está um pouco acima da média. Mas elas praticamente não ligam para isso, como vimos nestes estudos.

O que importa, afinal, não é o tamanho da ferramenta e, sim, a sua habilidade ao usá-la. Até porque 3 em cada 4 mulheres precisam de estímulo no clitóris para gozar, segundo um levantamento. A penetração apenas não é o suficiente para elas.

Por isso sugerimos a leitura de um post que fizemos aqui no EL HOMBRE com “5 dicas de sexo para homens com pinto pequeno e 5 para quem tem pinto grande”. Isso vai ajudá-lo a valorizar o seu, seja lá qual for o tamanho dele.

VÍDEOS RELACIONADOS