Que homem não gosta de ver duas mulheres se beijando? Ou, melhor ainda, fazendo sexo? A partir do primeiro sinal de vida da puberdade em nós, torna-se um hábito fantasiar as nossas amigas em situações dessas. E que importa se as lésbicas, por definição, não gostam de nós, homens? Isso é apenas um detalhe. A cena é bonita de se ver e pronto.

O El Hombre decidiu separar, então, as 11 melhoras cenas lésbicas da história do cinema. Confessamos que, para definir a ordem do ranking, tivemos que assistir a cada vídeo diversas vezes. Foi uma tarefa difícil. Mas aqui está:

11# Segundas Intenções (Sarah Michelle Gellar e Selma Blair)

Na cena, a danada Kathryn (Sarah Michelle Gellar) dá uma aula à ingênua Cecile (Selma Blair) de como se deve beijar um homem. Como você pode ver, foi uma lição de tirar o fôlego.

10# Femme Fatale (Rebecca Romijn e Rie Rasmussen)


Para roubar as joias que Veronica (Rie Rasmussen) usava, Laure (Rebecca Romijn) arrastou a bela modelo para o banheiro e, enquanto a distraía de forma bem convincente, foi trocando as peças originais por réplicas. Quer maneira melhor de praticar um crime?

9# Cisne Negro (Mila Kunis e Natalie Portman)

Neste filme, a sanidade da pequena bailarina Nina (Natalie Portman) está comprometida na maior parte das cenas. Exceto por uma: quando leva sua linda amiga Lily (Mila Kunis) para conhecer o quarto.

8# Garotas Selvagens (Neve Campbell e Denise Richards)

Kelly (Denise Richards) esta acostumada a ter tudo o que quer — e sua investida mal sucedida para conquistar o conselheiro escolar a fez acusá-lo de tê-la violentado. O cara se complica quando outra garota chamada Suzie (Neve Campbell) faz a mesma acusação. No vídeo podemos ver o que convenceu Suzie a fazer isso…

7# Gia – Fama & Destruição (Angelina Jolie e Elizabeth Mitchell)


Gia conta a história de uma garota (Angelina Jolie) que se muda para Nova York para se tornar modelo. No desenrolar do filme, ela se envolve — além de drogas — com uma maquiadora chamada Linda (Elizabeth Mitchell). Do romance entre as duas, selecionamos esta linda cena, para que você se recorde do filme.

6# Cidade dos Sonhos (Naomi Watts e Laura Harring)

Rita (Laura Harring) escapa com vida de um acidente de carro na estrada Mulholland Drive, em Los Angeles. Sem memória, ela se esconde em um edifício residencial, o mesmo onde está morando Betty (Naomi Watts). As duas se conhecem e Betty, na tentativa de ajudar sua amiga a descobrir sua identidade, acaba levando Rita para a cama.

5# O Preço da Traição (Julianne Moore and Amanda Seyfried)


O filme conta a história de um casal aparentemente estável, Catherine e David Stewart (Julianne Moore e Liam Neeson). Até que a esposa começa a desconfiar que está sendo traída. Então contrata uma acompanhante de luxo chamada Chloe (Amanda Seyfried) para seduzir seu marido. O engraçado é que quem acaba seduzida pela profissional é a própria Catherine.

4# Ligadas Pelo Desejo (Jennifer Tilly e Gina Gershon)


Violet (Jennifer Tilly) é casada com um chefão da máfia, mas está cansada de ser maltratada por ele. Após conhecer e se apaixonar por uma ex-presidiária (Gina Gershon), resolvem matar o mafioso e ficar com todo seu dinheiro. No meio dessa trama, a paixão entre as duas é bem representada com cenas quentes.

3# Um Quarto em Roma (Natasha Yarovenko e Elena Anaya)

O titulo do filme resume tudo. É a história de duas garotas, a russa Natasha e a espanhola Alba, que se encontram em um quarto em Roma. Os vídeos acima diz o que acontece depois.

2# Garota Infernal (Amanda Seyfried and Megan Fox)

A história deste filme é terrível, mas isso não vem ao caso. O que importa é que dele foi possível retirar esta cena que, sozinha, o faz valer a pena: quando Jennifer (Megan Fox) seduz a sua amiga Anita (Amanda Seyfried) no quarto.

1# Azul é a Cor Mais Quente (Lea Seydoux e Adele Exarchopoulo)


A cena é tão boa e real que foi até mesmo censurada do YouTube. Acima encontramos um preview dela, mas a versão completa apenas aqui, neste site pornô. Com 6 minutos de duração, ela mostra as amigas Emma (Lea Seydoux) e Adele (Adele Exarchopoulos) explorando a sexualidade.