“Movember”: por que todo homem deveria cultivar o bigode em novembro

Vamos ser honestos? Nós, homens, precisamos evoluir muito para cuidar da nossa saúde.

Existe um teste rápido que comprova isso. Quantas vezes você, querido leitor, foi a um médico em 2017? Agora compare com o número da sua namorada, ou irmã, ou mãe, sei lá.

Elas ganharam de goleada, né? Pois é.

Esse é um dos motivos das mulheres viverem em média 7,2 anos a mais do que os homens no Brasil.

Ei, sentimos muito ter que dar esta notícia dura. Mas é a verdade. Sua mulher provavelmente vai assistir duas edições da Copa do Mundo na condição de viúva.

NOVEMBRO AZUL

É aí que entra o Novembro Azul, ou “Movember”, em seu nome original, como foi criado na Austrália em 2003.

A ideia da campanha é simples: conscientizar os homens a respeito das doenças masculinas, com ênfase na prevenção e diagnóstico do câncer de próstata.

Se você ficou curioso para saber o que raios significa “Movember”, a palavra é uma junção de “moustache” e “november”, ou seja, bigode de novembro.

Esse foi o detalhe que transformou o projeto num fenômeno global, pois homens do mundo todo começaram a deixar seus bigodes crescer para apoiar a campanha.

Aqui no Brasil, o Novembro Azul foi lançado oficialmente pelo Instituto Lado a Lado Pela Vida em 2012 e, desde então, várias ações bacanas foram realizadas, incluindo a iluminação do Cristo Redentor de azul, entre outros pontos do país.

CÂNCER DE PRÓSTATA

Por que o foco dessa mobilização é o câncer de próstata, especificamente? Simples.

Essa é uma doença cercada de preconceito. Muitos homens não querem fazer exame de toque, como se isso fosse afetar sua masculinidade…

Só que o preconceito pode acabar cobrando um preço alto depois, pois este é o segundo tipo de câncer mais comum entre homens e mata 1 homem a cada 40 minutos no Brasil.

Então faça a sua parte, caro leitor, e cultive uma bigodeira cívica neste mês de novembro, pelo bem de todos os homens deste país!

VÍDEOS EM DESTAQUE