Sim, existe vida além do Netflix: o Amazon Prime Vídeo é f#da!

Quem aí já passou pela crise de abrir o Netflix e pensar: “Puta merda, já assisti tudo o que tinha de bom aqui. E agora?”

Isso aconteceu comigo recentemente. Breaking Bad? Visto. Mad Men? Visto. Narcos? Visto. House of Cards? Visto. Sherlock? Visto. Outra meia-dúzia de séries diversas? Visto.

Óbvio que esse sentimento é igual ao de uma mulher que abre o armário cheio e pensa: “Droga, não tenho nada para vestir hoje.” Porque no Netflix você sempre acaba descobrindo uma série nova que ainda não conhecia. Isso sem contar que os caras têm estreias todo mês.

No meu caso há Defenders, que ainda não comecei; Grimm, que foi muito bem recomendado por um amigo; e a nova temporada de Master of None, que adoro.

Ou seja, você sempre acaba se virando no Netflix. Mas nem sempre com uma série que te dá aquele tesão de assistir. É como escalar um bom reserva na posição do titular que se machucou no jogo passado.

Por isso hoje estou aqui, senhores, para compartilhar algo muito foda que descobri recentemente: sim, existe vida além do Netflix. Vocês já conhecem o Amazon Prime Vídeo?

AS SÉRIES DA AMAZON

Esse serviço da Amazon chegou ao Brasil em dezembro de 2016, mas só fiquei sabendo agora em setembro.

Funciona igualzinho ao Netflix: tem séries/filmes licenciados dos canais de TV e produções próprias. Eu já comecei destruindo a primeira temporada de duas séries incríveis:

➤ The Man in the High Castle: A história se passa numa realidade alternativa da década de 1960, na qual os alemães venceram a 2ª Guerra Mundial. Os Estados Unidos foram divididos em duas regiões. Uma é dominada pelos nazistas, a outra pelos japoneses.

➤ Mr. Robot: Um hacker genial, que sofre de fobia social, decide ferrar a maior companhia dos EUA — que é tipo uma mistura de Apple com Bank of America — para obrigar o mundo a rever sua filosofia capitalista.

Achei as duas séries sensacionais e já comecei a segunda temporada delas.

Além disso já me deu vontade de assistir várias outras. Por exemplo “American Gods”, na qual os deuses mitológicos vivem disfarçados entre nós; e “Le Mans”, sobre a corrida de endurance mais tradicional do mundo.

QUAL SERVIÇO ESCOLHER?

Agora a grande pergunta: vale a pena trocar o Netflix pelo Amazon Prime Vídeo?

Ei, senhores, não vivemos num mundo binário onde as únicas respostas possíveis são “sim” ou “não”. A minha sugestão é assinar os dois serviços.

O plano do Netflix que comporta 4 telas está custando R$ 37,90 por mês. Se você dividir isso com três amigos ou parentes, dá menos de R$ 10 para cada um.

Já o Amazon Prime Vídeo sai por US$ 2,99 nos primeiros 6 meses, em torno de R$ 10, e depois fica US$ 5,99, quase R$ 20. Como dá para compartilhar entre duas pessoas, sai o mesmo preço do Netflix quando o período de desconto termina.

Sendo assim, você pode assinar Netflix e Amazon Prime Vídeo juntos por R$ 20 ao mês. Eu diria que é um dinheiro bem gasto, não?

VÍDEOS EM DESTAQUE