8 coisas que esperamos de uma mulher num relacionamento

Thiago Sievers
Thiago Sievers Head de Vídeos

Estava dando uma passeada aí pela internet e encontrei algumas matérias que falam sobre o que nós, homens, esperamos das mulheres num relacionamento – e fiquei um pouco decepcionado com o que li.

As listas, todas elas, estavam com conteúdo do tipo “que transe quando a gente quer”, “que sirva café da manhã na cama”, “que não fale demais”, “que tenham lingeries sensuais” e por aí vai.

Mas, não, o que esperamos de uma mulher não se limita a esses desejos superficiais que submetem nossas parceiras a coadjuvantes de um relacionamento onde nós somos a estrela.

Que obsolescência!

Então resolvi listar o que realmente esperamos de uma mulher num relacionamento. E, irônicamente, penso que os itens se adequarão aos desejos femininos também – porque quanto à respeito não há polaridade na vida.

Então vamos lá.

relacionemto2

#1 Que não faça joguinhos

Às vezes pode nem ser consciente, mas um drama básico é bastante comum dentro dos relacionamentos. E por mais que alguns entendam que faz parte do negócio, a real é que é muito chato quando uma mulher faz joguinho.

Sabe aquele negócio de “se ele não ligar eu não ligo”, de guardar uma coisa por meses para na hora certa jogar na cara, de não dizer que não gostou de algo mas vestir uma cara feia de assombrar? Então, é péssimo!

Isso demonstra profunda imaturidade e cansa demais. Substituam, portanto, os joguinhos pelo diálogo. Não gostou de algo? Falem e resolvam ali na hora.

#2 Que nos dê espaço

Quando gostamos realmente de uma pessoa só pensamos em ficar com ela. Isso é bastante claro. O problema é que a paixão inicial tende a dar uma diminuída com o tempo. E tudo bem, é assim mesmo: um casal não deve viver em simbiose profunda.

Vez ou outra queremos um momento somente para nós. O que vamos fazer? Sei lá. Jogar bola, tomar cerveja com os amigos, tocar violão, deitar no tapete e ficar boiando. Não importa. Mas haverá momentos em que gostaríamos que vocês não estivessem presentes. E isso está longe – muito longe – de significar que não as amamos mais.

Vocês, certamente, também valorizam esses instantes.

Portanto, esperamos que entendam isso e nos deem esse espaço quando precisarmos. E entender significa não ficar desconfiadas, não fechar a cara e não achar que temos que viver grudados eternamente.

#3 Que não nos cobre amor

Vocês sabem: amor não se cobra. E poucas coisas são mais broxantes do que se sentir cobrado nesse sentido.

Vamos ilustrar, portanto, com algumas situações. Nos sentimos cobrados quando:

  • Vocês perguntam porque não ligamos;
  • Se mostram tristes/bravas porque não demonstramos saudades;
  • Ficam chateadas por algo que acham que deveríamos ter feito mas não fizemos;
  • Fazem careta quando ousamos não responder, de bate pronto e da mesma forma, um “eu te amo”.

Não estou dizendo que as mulheres têm que aceitar um cara que não demonstra sentimento algum. Ninguém merece isso! Mas há uma linha tênue entre a ausência de carinho e o excesso de carência.

Não ajam conosco como se devêssemos nos comportar de alguma maneira específica. Não há protocolos a serem seguidos num relacionamento. Nos aceitem como somos. E se há algo em nós que vocês pensam que poderia melhorar nesse sentido, sentem e conversem abertamente – não joguem pequenas cobranças indiretas.

relacionamento3

#4 Que não procure pelo em ovo

Um relacionamento sem base de confiança está fadado ao fracasso. A questão é que essa desconfiança pode surgir a partir dois pontos: fatos ou insegurança.

No caso dos fatos, o cara já fez alguma coisa no passado que justifica a mulher ficar desconfiada. Ok, justo. Mas se ela escolher ficar com ele, vai ter que dar, como dizem, um voto de confiança – caso contrário, mais cedo ou mais tarde a relação vai se complicar.

Agora, se o ponto for insegurança, aí a pessoa tem que dar um jeito de trabalhar isso consigo.

É insuportável perceber que a mulher está sempre a procura de algo. E isso percebe-se em pequenas atitudes do cotidiano. Não dá para viver ao lado de uma pessoa que fica fantasiando situações em ocorrências absolutamente normais.

Esperamos, sinceramente, que vocês não pirem na batatinha durante um relacionamento.

#5 Que não deposite sua felicidade em nossas costas

Sinto dizer, mas entrar num relacionamento esperando que o outro te faça feliz é uma cilada e tanto. E você possivelmente já deve ter sacado isso.

Só você pode se fazer feliz! Falei exatamente sobre isso recentemente.

É muito peso em nossas costas quando percebemos que a mulher está colocando a felicidade dela em nossas mãos. Sabe quando todos os sentimentos da pessoa caem em sua cabeça? É isso.

Na verdade, a cobrança do amor está intimamente associada a esse item.

#6 Que tenha sua própria vida

E isso nos leva a concluir que também queremos que vocês tenham suas próprias vidas. Esperamos que vocês cresçam em suas profissões e se envolvam naquilo que as interessam profundamente. Que sejam independentes. Profssionalmente? Talvez. Mas principalmente no aspecto emocional.

Duas pessoas independentes emocionalmente constroem um relacionamento saudável.

Se você não tem uma profissão formal, que se envolva em um hobby, em algo que seja seu especificamente – e não nosso.

relacionamento4

#7 Que seja parceira

Não queremos uma mulher que nos dê tesão e ponto, que está ali somente para transar. Num relacionamento queremos muito mais do que isso. Esperamos que vocês sejam nossas parceiras.

Queremos trocar ideias, compartilhar fraquezas, sentir que ali do lado tem alguém com quem podemos contar quando estivermos no buraco. Mais: queremos que vocês entendam – ou procurem entender, tudo bem – as nossas paixões, e não que disputem lugar com elas. Futebol, poker, basquete, videogame, cinema – qualquer coisa. Não tirem isso de nossas vidas.

Se um relacionamento não tiver parceria, então serve para quê? Para trepar solamente? Pouquíssimo. Não sustenta.

#8 Que conviva bem com nossos amigos e família

É fundamental que a convivência de vocês com aqueles que compõem nossas vidas seja minimamente harmoniosa. Veja, aqui não estamos pedindo para que vocês amem aqueles a quem amamos porque isso não é uma opção. Não se escolhe quem ama. É uma questão de afinidade.

Mas se escolhe travar uma boa relação com quem quer que seja!

Se vocês não se entenderem com nosso melhor amigo ou com nossos pais, irmãos, tias e tios, hum, aí terá uma grande ferida no relacionamento. E ela vai ficar sangrando enquanto esse desgaste durar.

Esperamos que vocês convivam bem com aqueles que fazem parte de nossas vidas.