fbpx

Brincadeira de corrida contra o metrô se espalha pelo mundo

Thiago Sievers
Thiago Sievers Head de Parcerias

O metrô é mesmo uma das opções de transportes mais rápidas numa cidade grande.

Mas e se eu te dissesse que tem gente que consegue cumprir os mesmos trajetos no mesmo tempo que a pé?

Há dois meses bombou um vídeo no YouTube (no final do texto) do britânico James Heptonstall, que postou uma filmagem de um feito: ele saiu correndo de dentro do trem, subiu até a superfície, correu para a próxima estação e conseguiu entrar no mesmo vagão.

É verdade que a distância entre os dois pontos não foi muito grande: apenas 380 metros. Mas há de se considerar que James teve que subir escadas, sair da estação, desviar de pessoas, passar por catracas e descer outros degraus.

O rapaz disse ter sido inspirado por outros filmes que mostraram pessoas encarando desafios de resistência contra algumas máquinas de transporte pela Europa. Como na Inglaterra nunca alguém havia publicado algo semelhante, ele decidiu ser o primeiro.

Segundo essa reportagem da BBC, a primeira corrida contra um trem que deu certo foi na França, em 2012, realizada por um sujeito chamado François de la Taille. Ele aceitou o desafio para mostrar aos amigos que era capaz.

Depois que o vídeo de James bombou em agosto com mais de 5 milhões de visualizações, várias pessoas saíram tentando fazer o mesmo pelo mundo.

Em Hong Kong os caras ousaram, mas não conseguiram, acusando que já não são assim tão jovens. Já em Praga foi logo uma galera tentar o feito. Mas nenhum deles conseguiu. O que estava na frente perdeu o trem por coisa de 5 segundos.

E na sua cidade, você acha que há alguma chance?

Em São Paulo, devido às distâncias, penso que é impossível.