Casais que fumam maconha brigam menos, sugere estudo

Thiago Sievers
Thiago Sievers Head de Parcerias

Erva é a salvação da humanidade, Bob Marley dizia.

E não é que ele estava certo? Bom, pelo menos no que diz respeito aos relacionamentos.

Uma nova pesquisa revelou que casais que fumam maconha brigam menos.

Estudiosos de três universidades americanas — Yale, Buffalo e Rutgers — acompanharam 634 casais em seus 9 primeiros anos juntos.

Uma das perguntas do experimento era se eles fumavam maconha e com que frequência.

Ao final do estudo, os casais maconheiros tiveram menos discussões sérias e relatos de violência doméstica.

Por quê?

“Casais que fumam juntos tendem a compartilhar os mesmos valores e círculo social”, explicou Kenneth Leonard, o líder da pesquisa. “Isso diminui as chances de conflito.”

Se você não gosta de puxar um fuminho (como eu) essa notícia pode ser interpretada, também, de uma outra maneira mais ampla.

Talvez a maconha seja apenas um fator pontual daquele estudo — e o que faz um casal brigar menos é “compartilhar os mesmos valores e círculo social”, como disse Leonard.

Uma outra pesquisa — inclusive da mesma equipe — também constatou que casais que bebem juntos se divorciam menos.

Seguindo essa lógica, portanto, o segredo é ter um mesmo passatempo.

Prefiro ficar com a minha tese.