A ciência provou que os homens bonzinhos demais se dão mal

Diz um velho mito masculino que os homens muito bonzinhos sempre chegam em último. Várias pessoas acreditam nisso, outras tantas acham que é besteira — especialmente os bonzinhos, óbvio.

Mas um estudo científico botou uma pedra no assunto: as mulheres não gostam dos rapazes que se esforçam demais para agradar.

Um grupo de pesquisadores reuniu 112 estudantes e montou pares aleatórios para tentar entender o tipo de personalidade que gera mais atração para o sexo oposto.

Resultado? Os rapazes acharam as garotas legais mais atraentes. Só que elas, por sua vez, sentiram menos desejo sexual pelos caras exageradamente bonzinhos.

Divulgação / Grease

“Há diferentes razões disso acontecer”, disse o pesquisador Gurit Birnbaum, líder do estudo.

“As mulheres vêem os homens bonzinhos demais como manipuladores, que estão agindo daquela maneira para obter favores sexuais, ou desesperados para agradar, o que os torna menos atraente sexualmente.”

Gurit também frisou que o excesso de simpatia soa como vulnerabilidade, algo que elas não procuram num parceiro.

Se isso significa que você deveria começar a agir como um idiota? Não. Até porque um outro estudo que já comentamos aqui no EL HOMBRE revelou que homens feios e altruístas são mais atraentes do que os bonitos e egoístas.

O negócio é que ser gentil é atraente, mas ser submisso não. Deu para entender a diferença?

VÍDEOS EM DESTAQUE