Como ser um autodidata em 5 passos

O autodidata é alguém que aprende as coisas por conta própria, atingindo um alto grau de conhecimento sobre o assunto em questão. Pessoas com essa característica tendem a se desenvolver continuamente, em termos pessoais e profissionais. Por isso, têm uma chance maior de atingir sucesso na carreira. Quer ser um autodidata também? Hoje reunimos 6 conselhos que vão ajudá-lo nessa empreitada!

1# ESCOLHA UM ASSUNTO QUE TE FASCINA

autodidata

O primeiro passo é escolher um assunto que te fascina. Assim você se sentirá verdadeiramente motivado durante o processo. Se você gosta, sei lá, de basquete, não adianta tentar virar um expert em vôlei. É contraprodutivo. Além disso, você deve enxergar algum propósito em se aprofundar no tema escolhido. Caso contrário, na metade do caminho, vai se perguntar: “Por que raios estou fazendo isso?” E acabará desistindo de seguir em frente.

2# CRIE O COMPROMISSO DE ESTUDAR TODO DIA

autodidata

Reserve um momento fixo do seu dia para estudar. Pode ser bem cedinho pela manhã; ou à noite antes de dormir. Trate essa sessão de estudos como um compromisso sério, que não pode ser desmarcado. Assim você criará o hábito de estudar, algo essencial para quem deseja virar um autodidata.

3# TENHA PLURALIDADE DE INFORMAÇÕES

autodidata

Você gostaria de aprender francês? Ótimo. Então baixe aplicativos que ensinam francês; leia os livros clássicos da literatura francesa; assista aos grandes filmes do cinema francês; entre todos os dias nos sites de notícia da França; tente conversar em francês com alguém que já domina o idioma; e assim por diante. Você deve expandir as fronteiras de seu conhecimento com a maior pluralidade possível.

4# BUSQUE AS MELHORES FONTES DE ESTUDO

autodidata

Não basta aprender. Devemos aprender bem. Nem todos os métodos de estudo possuem os mesmos resultados, e é importante nos concentrarmos naquilo que mais benefícios pode nos trazer. Portanto, faça questão de aprender diretamente das melhores fontes. Observou um livro que te pareceu interessante? Cheque as resenhas no Goodreads. Assista a documentários bem cotados no IMDB. Quer fazer um curso online? Veja as avaliações dele na internet. E assim por diante.

5# COLOQUE O CONHECIMENTO EM PRÁTICA

autodidata

No livro que escreveu sobre o código dos samurais, o diplomata japonês Inazo Nitobe comparou a erudição a um vegetal que deve ser fervido numerosas vezes até estar apto a ser usado: “O conhecimento só se faz relevante quando é assimilado pelo aprendiz, e manifestado em seu caráter e em seus atos”. Independentemente do que estudar, encontre um modo de fazer uso do que aprender, já que isso deixará a experiência mais excitante, melhorará a sua memória e fará com que sinta-se mais motivado ao entrar em contato com tópicos mais desafiadores.

E aí, inspirado a virar um autodidata? Não deixe de conferir, também, o vídeo que fizemos sobre as lições dos homens renascentistas de como ser mais interessante!