Sorry, Messi,

Ei, Fifa, chegou a hora de Cristiano Ronaldo

O melhor do mundo vem aí: Cristiano Ronaldo conseguiu levar sua fraca seleção portuguesa para a Copa do Mundo de 2014. Foi em um jogaço e prevaleceu o melhor. Neste caso não da equipe e, sim, do jogador. Cristiano fez quatro gols em dois jogos contra a Suécia, na repescagem para o Mundial, e confirmou a presença dos lusos em solo brasileiro.

O único problema é que outro craque ficou fora desta Copa. O sueco Ibrahimovic verá os grandes jogos pela TV. Verá inclusive a genialidade de Cristiano Ronaldo, assim como viu de dentro de campo no confronto na Suécia desta terça-feira, que terminou 3×2. (Os gols suecos foram de Ibra). O primeiro confronto foi 1×0, também com tento de CR7. O português fez de tudo e mais um pouco neste segundo duelo, assim também como vem fazendo há tempos no Real Madrid.

É por isso que ele merece ser eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa nesta temporada. Chegou a hora dele. Fez por tanto e realmente mostrou que pode tornar-se o melhor jogador de futebol da história de Portugal. Até porque o gênio argentino Messi teve uma participação na temporada marcada por lesões que o deixarem de fora de vários jogos, além de não ter conseguido fazer bonito na Liga dos Campeões. Outro concorrente, o francês Ribery, no conjunto da obra, está bem abaixo.

Só não quero, porém, que o CR7 repita o feito de outro craque portuga – o Eusébio. O mito luso da década de 60 eliminou o Brasil na Copa do Mundo de 1966, caindo apenas para a Inglaterra, anfitriã da competição, na semifinal. Contra o Brasil não, Cristiano, por favor!

* Além de Portugal, a França, Grécia, Croácia, Argélia, Gana e México confirmaram vaga para a Copa do Mundo. O Uruguai sacramentará sua vaga  nesta quarta-feira, às 21h, no duelo contra o Jordânia (o primeiro jogo foi 5 a 0 para os sul-americanos).