Eis o primeiro supercarro de titânio, mas com preço de ouro: R$ 9 mi

Thiago Sievers
Thiago Sievers Head de Parcerias

Há alguns anos que a galera está falando do Icona Vulcano, o primeiro supercarro da montadora italiana Icona. Ele foi apresentado como conceito em 2010 e desde então vem circulando os eventos automobilísticos pelo mundo.

O que ele tem de tão legal assim? É o primeiro carro construído com carroceria de titânio e fibra de carbono.

Mas não pense que é apenas isso: os caras também motorizaram o veículo para ser capaz de rivalizar com grandes supercarros no mundo.

Por baixo do capô há um potente V8 de 6.2 litros que despeja 670 cavalos de potência e faz dos 0 a 100 km/h em 2,8 meros segundos. Sua velocidade máxima é de 335 km/h.

É, dá para bagunçar os cabelos.

E não pense que o design ficou para trás nesse bólido. Suas formas foram inspiradas no avião mais rápido do mundo, o Blackbird SR-71. Dê uma olhada nesse carro e me diz se ele não ficou com uma cara invocada?

Com todos esses detalhes, claro que não poderiamos esperar que a máquna fosse ser baratinha. Realmente não é. Aliás, bem o oposto disso — os caras chutaram os valores para o alto. Cada veículo custará US$ 2.8 milhões, o que dá pouco mais de R$ 9 milhões atualmente. Ah, sem falar nas taxas, certo?

Bom, de qualquer jeito é sempre legal admirar. Então aí vai:

icano4

icano6

icano 2

icano 3

icano5

icano 8