Massa Williams
Massa Williams

Felipe Massa vai deslanchar na Williams?

Estou animado com a ida de Felipe Massa para a Williams na Fórmula 1, apesar de ser a atual antepenúltima equipe do mundial de construtores. Sem uma projeção do cenário da categoria mais importante do automobilismo não seria possível ver com olhos positivos esta mudança, visto que a Williams só conseguiu duas vitórias circunstanciais nos últimos 10 anos. Mas trago aqui a minha análise para fazer com que o amante do automobilismo tenha esperança para 2014.  Ao menos um pouco.

Explico, de cara, os motivos: (1) a modalidade passará por radicais mudanças de regras em 2014, criando assim possibilidades maiores de melhora para equipes menores; (2) é a chance de Massa voltar a liderar um time e de iniciar um novo capítulo na carreira; (3) terá ao seu lado, com mais autonomia, é claro, o mesmo engenheiro dos tempos de Ferrari, Rob Smedley. 

Estes três pontos importantes, a meu ver, serão somados ainda a outros. A parceria entre a equipe com a montadora Mercedes promete ser uma das melhores da nova geração que estreia em 2014. Para este novo acordo dar certo, entretanto, é preciso uma sincronia rápida entre os engenheiros para colocar o carro no eixo. Somente assim realmente surtirá o efeito desejado e será possível conseguir tirar proveito desta nova fase inicial dos motores V6.

Essa combinação de fatores motiva a acreditar que a Williams está em um processo de fortalecimento econômico e técnico em comparação com seus pares do meio do pelotão. Essa é a montadora que apresenta os alicerces mais fortes para se reerguer a médio prazo. Tomara também que ela seja possível de elevar Felipe Massa ao patamar que o piloto de 32 anos pode atingir.

BOA PROJEÇÃO TAMBÉM NA INDY 

Além de um ano 2014 promissor para o Brasil na Fórmula 1 com Felipe Massa, enxergo uma significativa melhora ao país com a ida de Tony Kannan para a equipe Ganassi, a mais vitoriosa da categoria na última década. Ele será companheiro de Scott Dixon e Charlie Kimball. O time procura ainda um substituto para Dario Franchitti, que anunciou sua aposentadoria nesta última semana. Campeão da categoria em 2004, Kanaan volta a ter grandes possiblidades de título na próxima temporada. É o Brasil com boas chances de chegar novamente ao topo do cenário mundial do automobilismo.