opostos

Não, os opostos não se atraem

O que a gente mais escuta por aí é que os opostos se atraem. Esta é uma das grandes mentiras da humanidade. “Um casal deve amar e odiar as mesmas coisas”, diz Fabio Hernandez, o sábio escritor barato.

Os filmes e Hollywood em geral nos fazem acreditar que tudo vai dar certo no final. Imagine Kim Kardashian, a socialite que vive de compras e da imagem se relacionando com Henry Thoreau, que pregava uma vida simples na natureza, somente com as necessidades essenciais. Como funcionaria? Não funcionaria, óbvio. Tudo seria motivo para brigas e discussões.

Tem pessoas que fingem gostar do que o outro gosta só para agradar. As mulheres são experts nisso. Dizem que amam esportes, mas quando você a convida para uma corrida ela diz que não pode porque vai estragar a escova que fez no cabelo.

Você também pode cair nessa e uma hora terá que admitir que não gosta de frequentar as festas da família dela e assistir comédia romântica nos finais de semana.

Em curto prazo tudo funciona, mas estamos falando aqui de relações que duram. E nestas relações, o básico precisa ser similar: atração física, educação, religião, dinheiro e vontade de ter filhos. Todo o resto do relacionamento vai depender destes fatores.

A visão que o casal tem do mundo é crucial para fazer as coisas funcionarem. Dessa forma, você não precisa ficar o tempo todo se justificando ou explicando porque age e pensa do jeito que faz.

Como toda regra tem exceção, há aqueles que pensam que são as diferenças que fazem a relação florescer. São casais que veem o relacionamento como uma forma de aprender.

Mas esbarramos aqui em um problema: mulheres acreditam ter o dom natural de mudar os homens. E eles resistem quando alguém tenta mudá-los, porque é como se ela mandasse a mensagem: “Você não é bom o suficiente, por isso quero que mude.”

E se você está tentando fazer alguém mudar de jeito ou o ponto de vista, passa muito tempo discutindo. Assim, voltamos à estaca zero, seria melhor estar com alguém que é compatível com você.

Não há como negar, quando a relação funciona, você não questiona. Você simplesmente sabe e a coisa toda flui.