Os 12 maiores filmes de assombração da história do cinema

Dia 21 estreou, nos cinemas brasileiros, Poltergeist, refilmagem do clássico homônimo de 1982, um dos mais assustadores, mais elogiados e mais bem-sucedidos filmes de terror de todos os tempos.

Aproveitando o gancho, resolvemos fazer uma lista com filmes de terror. Mas como terror é um gênero muito amplo e com certeza cometeríamos injustiças se reduzíssemos a lista a algumas obras, então ficamos nos filmes com assombrações.

Espíritos, maldições, demônios, bruxas… Basicamente, os 12 maiores filmes de terror que não contam com alienígenas, robôs, monstros, vampiros, lobisomens, zumbis, serial killers e nem pássaros como fonte do medo dos espectadores.

E assista-os por sua conta e risco.

12# O Sexto Sentido (The Sixth Sense, 1999)

O filme é muito mais um suspense do que um terror, mesmo. Mas não há como negar o medo e a apreensão que consegue causar no espectador. O longa de M. Night Shyamalan foi bastante elogiado pela crítica, indicado a 6 Oscars – incluindo Melhor Filme – e deixou o público sem conseguir pensar em outra coisa, após seu final.

Contando a história de um garoto (Haley Joel Osment) atormentado por espíritos que é ajudado por um psicólogo (Bruce Willis), O Sexto Sentido marcou o gênero e, com certeza, qualquer um que tenha assistido ao filme.

11# Uma Noite Alucinante 2 (Evil Dead II, 1987)

Muito antes de dirigir a primeira trilogia do Homem-Aranha, Sam Raimi era famoso por seus filmes de terror. Continuação do longa de 1981, Uma Noite Alucinante 2 ficou ainda mais cultuado, ao unir bastante humor ao enredo.

O único sobrevivente de um massacre feito por espíritos capazes de possuir os corpos humanos sofre com mais um ataque dos seres sobrenaturais. Bizarro, exagerado, bem-humorado e com muito sangue, não foi nenhum sucesso de bilheteria, mas se tornou um dos maiores clássicos do gênero.

10# A Bruxa de Blair (The Blair Witch Project, 1999)

A Bruxa de Blair desbancou Mad Max como o filme mais lucrativo de todos os tempos, comparando-se o custo de produção com a arrecadação, tendo custado apenas 22 mil dólares e feito mais de 240 milhões nas bilheterias. Além disso, foi responsável por revitalizar o subgênero found footage – filmagem que se propõe a parecer como se fossem gravações reais encontradas posteriormente -, dando oportunidade para sucessos como Atividade Paranormal (Paranormal Activity, 2007).

Mas mesmo que não tivesse marcado a história do cinema, o longa já seria notável por toda a tensão que consegue criar – e sem mostrar basicamente nada. Provavelmente o mais inventivo filme desta lista, apresenta um trio de estudantes indo a uma floresta assombrada para fazer um documentário sobre a lenda.

9# O Chamado (Ringu, 1998)

Um vídeo amaldiçoado deixa qualquer pessoa que o veja com apenas mais sete dias de vida. O maior sucesso da história do terror japonês deu origem ao também muito bem-sucedido O Chamado (The Ring, 2002), versão dos Estados Unidos – dirigida por Gore Verbinski – que imortalizou a frase “seven days” (“sete dias”) e o nome Samara. Mas não foi apenas a refilmagem.

O longa original influenciou bastante o cinema hollywoodiano do gênero por muitos anos seguintes, inclusive abrindo caminho para outras refilmagens de obras japonesas. A maioria assistiu apenas a O Chamado estadunidense, mas o original foi mais bem recebido e foi ele quem se transformou em um clássico incontestável do terror.

8# A Hora do Pesadelo (A Nightmare on Elm Street, 1984)

Escrito e dirigido por Wes Craven, um dos mestres do gênero, A Hora do Pesadelo é talvez o verdadeiro filme mais aterrorizante da lista. Começando pela concepção visual do icônico vilão Freddy Krueger, mas principalmente pela própria premissa da história. O fantasma de um psicopata invade os sonhos dos adolescentes de uma cidade para matá-los, o que resulta em suas mortes na vida real também.

O longa que apresentou Johnny Depp ao cinema foi seguido por outras 8 produções com um dos maiores vilões da história da sétima arte, mas nenhuma conseguiu alcançar a qualidade da original e suas cenas marcantes, tanto pela inventividade quanto pelo medo causado.

7# Carrie, a Estranha (Carrie, 1976)

Um livro de Stephen King levado às telonas por Brian De Palma só poderia se tornar um dos maiores clássicos de ambos. O filme não trata exatamente de alguma assombração, mas de uma garota reprimida e humilhada por colegas de escola e que descobre ter um forte e terrível poder de telecinese.

Mas há elementos no longa que o credenciam para esta lista. Indicado aos Oscars de Melhor Atriz (Sissy Spacek) e Melhor Atriz Coadjuvante (Piper Laurie), essa não foi a última adaptação para os cinemas – sendo a mais recente de 2013 com Chloë Grace Moretz e Julianne Moore -, mas mantém-se como a versão definitiva da história, com um clímax conhecido até por quem nunca viu o filme.

6# Os Inocentes (The Innocents, 1961)

Uma governanta tem que cuidar de duas crianças, mas ela acaba se convencendo de que a casa é assombrada por espíritos. Sucesso de crítica e muito elogiado por nomes de peso como Martin Scorsese, Guillermo del Toro e François Truffaut, Os Inocentes é talvez mais um terror psicológico do que de assombração, usando muito mais recursos de luz e som para criar a tensão do que sustos e imagens assustadoras.

Os Inocentes é, provavelmente, a obra menos famosa desta lista, mas isso não impede que seja um dos melhores filmes de terror de todos os tempos.

5# Poltergeist: O Fenômeno (Poltergeist, 1982)

Típico filme de casa de família assombrada por fantasmas que tem o terror iniciado com pequenos sustos, como apenas mover objetos pelo ambiente, e aumentando gradativamente até chegar a níveis absurdos. Escrito e produzido por Steven Spielberg – e, alguns acreditam, até dirigido, embora não oficialmente, por ele -, o filme foi indicado a 3 Oscars, perdendo todos para E.T. – O Extraterrestre (E.T. the Extra-Terrestrial), dirigido por Spielberg.

Poltergeist foi adorado pela crítica, uma das dez maiores bilheterias de seu ano e se tornou marco absoluto de seu gênero. Muito antes de O Chamado, as TVs já eram motivo de medo para os fãs de filmes de terror.

4# A Profecia (The Omen, 1976)

Interessante notar como crianças são figuras recorrentes nesta lista. Richard Donner, diretor de vários clássicos como Superman: O Filme (1978), Os Goonies (The Goonies, 1985) e Máquina Mortífera (Lethal Weapon, 1987), tinha apenas 3 longas no currículo e nenhum grande sucesso quando comandou um dos melhores filmes sobrenaturais da história.

A Profecia, sobre um garoto de 5 anos que é o próprio anti-cristo, causando a morte de várias pessoas à sua volta, venceu o Oscar de Melhor Trilha Sonora. O filme teve 3 continuações e, em 06/06/06, uma refilmagem, mas todos muito mal recebidos pela crítica. Mesmo assim, o primeiro ganha o quarto lugar desta lista.

3# O Bebê de Rosemary (Rosemary’s Baby, 1968)

Os três primeiros lugares desta lista são incontestáveis. E O Bebê de Rosemary foi o primeiro grande clássico do gênero, ao contar a história de um casal recém-mudado e seus estranhos vizinhos, que querem que a esposa dê à luz o filho do demônio, enquanto começa a ter algumas alucinações.

Talvez o maior clássico de Roman Polanski, o filme foi indicado a 2 Oscars, ganhando o de Melhor Atriz Coadjuvante. Uma obra-prima, reverenciada tanto pelo que mostra quanto pelo que não mostra, contando com uma excepcional performance de Mia Farrow.

2# O Iluminado (The Shining, 1980)

Um livro de Stephen King levado às telonas por Stanley Kubrick só poderia se tornar um dos maiores clássicos de ambos. Sim, eu estou quase que repetindo a introdução que dei a Carrie, porque novamente cabe muito bem. Na verdade, cabe ainda melhor, com Kubrick, um dos melhores e mais icônicos cineastas da história e que, basicamente, fez uma grande obra de cada gênero.

Jack Nicholson interpreta um pai de família que se muda para um hotel isolado e assombrado, no longa que contém diversas cenas clássicas e inúmeras interpretações de fãs, incluindo algumas teorias da conspiração. Um drama psicológico disfarçado de terror sobrenatural, que transformou corredores, triciclos e gêmeas em elementos aterrorizantes.

1# O Exorcista (The Exorcist, 1973)

Procure quantas listas quiser sobre os melhores filmes de terror, os filmes mais assustadores, os mais importantes filmes sobrenaturais, ou qualquer coisa do gênero. O Exorcista estará em primeiro lugar na grande maioria delas. O pesadelo de toda uma geração, ou de mais de uma.

William Friedkin criou um clássico tão poderoso, com cenas tão icônicas, com momentos tão arrepiantes, que fica difícil contestar sua posição neste ranking. Foi o primeiro filme de terror a ser indicado ao Oscar de Melhor Filme, tendo sido indicado a mais 9 estatuetas, ganhando duas – Melhor Som e Melhor Roteiro Adaptado. É a nona maior bilheteria estadunidense da história, com valores ajustados pela inflação.

Caso alguém ainda não saiba, o filme conta sobre uma garota que é possuída por uma estranha entidade demoníaca e cuja mãe pede a ajuda de padres para salvá-la. Mas acho que você já sabia, não? E se não sabia, deveria ir correndo assistir ao filme. Ou não. Melhor esperar até o dia clarear ou ter uma companhia para ver.