Por que os nossos adversários são, na verdade, nossos aliados

Os empreendedores mais bem-sucedidos são aqueles que não se intimidam, tampouco se entregam, diante da competição. Em vez de enxergarem os adversários como um obstáculo, encaram como uma motivação. A competição não é algo negativo. Na verdade, é positivo, pois é através dela que ocorre a inovação e o aperfeiçoamento. Uma rivalidade saudável nos desafia a trabalhar mais e melhor. No entanto, esse aperfeiçoamento ocorre apenas quando nós respondemos de maneira adequada à competição. E qual seria a maneira adequada? É disso que vamos falar hoje.

1# NUNCA PARE DE INOVAR

Nossos competidores não permitem que sejamos desleixados. Quando não existe competição, é comum pararmos de inovar. Acabamos mantendo o status quo e a estagnação. Nesse contexto, são os nossos competidores que nos mantém alertas. Nunca pare de inovar.

2# RECONHEÇA SUAS FORÇAS E FRAQUEZAS

Nossos rivais nos forçam a reconhecer as nossas forças e fraquezas, o que é fruto do autoconhecimento. Quando conhecemos as nossas forças, passamos a empregá-las adequadamente. E, no momento em que nos tornamos conscientes de nossas fraquezas, nos confrontamos com a oportunidade de encontrar uma maneira de superá-las.

3# INSPIRE-SE NOS ACERTOS DOS ADVERSÁRIOS

Mantenha seus olhos de águia voltados para a competição. Quando eles acertarem em algum empreendimento, você pode se inspirar no projeto — e pensar em algo que vá além disso, como uma evolução natural da ideia. Assim você conseguirá superá-los em seu próprio jogo.

4# APRENDA COM OS ERROS  DA CONCORRÊNCIA

Identificar os erros cometidos por seus competidores é tão importante quanto identificar os acertos. E, uma vez identificados, faça tudo ao seu alcance para evitá-los. Enxergue isso como uma lição que você pôde aprender de graça.

5# GOSTE DE GANHAR, NÃO TENHA MEDO DE PERDER

Existe uma diferença muito grande entre “gostar de ganhar” e “ter medo de perder“. No primeiro caso, você tem uma motivação interna. Ganhar é um lucro, porque não há obrigação de fazê-lo. No segundo caso, a vitória é um dever, o que tira todo o prazer da conquista e potencializa a frustração da derrota.

6# NÃO SE MEÇA PELA RÉGUA DOS OUTROS

O sucesso alheio não deve, em hipótese alguma, ser motivo de tristeza para você. Pelo contrário. Você deve enxergá-lo como uma motivação. Se seu adversário conseguiu chegar lá, você também pode. É uma questão de analisar a situação, identificar os fatores, estudar bastante e agir com determinação. Mesmo que você não consiga superá-lo, tudo bem. A rivalidade com ele certamente te fez chegar mais longe do que estaria se não houvesse competição. Lembre-se disso.

VÍDEO EM DESTAQUE