Que tal visitar 12 dos bares mais antigos do mundo?

Já parou para pensar que muitos bares, pubs ou qualquer outro estabelecimento destinado a servir bebida existem há muitos anos? Alguns há milhares de anos, na verdade.

Imagina que existem lugares atualmente que tem mais de 500, 600, 1000 anos de existência. Quantas pessoas, quantas histórias já passaram por esses locais?

Para ter uma ideia, O Bar Luiz, que é conhecido por ser o bar mais antigo ainda ativo no Brasil, tem mais de 100 anos de funcionamento (abriu em 1887).

Se você gosta de história e bebida, então vai se amarrar nessa lista que fizemos com alguns dos bares mais antigos do mundo. Quem sabe você não consegue traçar um plano de viagem levando em consideração esses locais.

#12 Hofbräuhaus

(Munique, Alemanha)

hofbrauhaus-el-hombre

O Hofbräuhaus foi fundado em 1589, pelo Duque William V da Baviera, sendo de seu uso exclusivo. Apenas em 1828 a cervejaria foi aberta ao público. Hoje, entretanto, o estabelecimento possui uma das maiores tendas na Oktoberfest (Hofbräu-Festzelt), sendo que alguns tipos de cerveja são fabricados utilizando receitas originais proferidas pelo Duque.

Tendo mais de 400 anos, o Hofbräuhaus foi visitado várias vezes por Mozart, John F. Kennedy, e até mesmo por Lenin, que no período pouco antes da Primeira Guerra Mundial viveu em Munique e teria visitado o bar diversas vezes.

Tudo isso, no entanto, acaba ficando em segundo plano pelo fato de o Hofbräuhaus ter sido um dos locais utilizados pelo Partido Nazista em reuniões para declarar políticas e delegar funções.

#11 Ye Olde Mitre Tavern

(Londres, Inglaterra)

old-mitre-el-hombre

Construído em 1546 para os servos dos Bispos de Ely, o Ye Olde Mitre é famoso por ter uma cerejeira onde a rainha Elizabeth I dançou, certa vez.

Situado numa parte de Londres rica em história, fica perto de Smithfield, onde William Wallace (aquele mesmo encenado por Mel Gibson, em Coração Valente) foi enforcado e esquartejado juntamente com mártires e traidores que também foram mortos nas proximidades.

Este é um autêntico pub “real”: não possui TVs, música ou jogos eletrônicos. Do lado de fora, você vai encontrar uma área onde ficam preservados os barris de cerveja, um bom lugar para tomar uma loira no verão.

#10 Herberg Vlissinghe

(Bruxelas, Bélgica)

vissinghe-el-hombre

Fundado em 1515, o Herberg Vlissinghe ainda se atém a algumas características dos velhos tempos. Painéis em madeira e o velho, mas preservado, fogão à lenha utilizado nos dias de frio são só alguns objetos históricos. Ah, e na hora de pagar, é bom ter dinheiro em mãos, pois o estabelecimento não trabalha com cartões de crédito.

O bar era um ponto de encontro famoso entre artistas conhecidos no século 19. Pintores como Edmond Van Hove e Flori Van Acker, além do escultor Gustaaf Hendrik Pickery e os arquitetos Louis Delacenserie e Rene Buyck, eram alguns dos frequentadores assíduos do local.

#9 Al Brindisi

(Ferrara, Itália)

al-brindisi-el-hombre

Provavelmente o mais ilustre frequentador deste bar foi o responsável por, durante a Renascença, bater o pé e dizer que não era o Sol que girava em torno da Terra, mas exatamente o contrário.

Se o nome do astrônomo Copérnico te veio à mente, você não poderia estar mais certo. Além de frequentar o lugar regularmente, ele morou por anos no andar de cima do estabelecimento.

Ademais, este bar ainda tem muita história para contar. Fundado em 1435, na cidade de Ferrara, sob o nome “Hostaria del Chiuchiolino”, hoje é visitado tanto por locais quanto por turistas e ainda mantém o mesmo ambiente descontraído de mais de 500 anos, além de deter o título de Enoteca (ou simplesmente adega) mais antiga do mundo.

#8 Zum Franziskaner

(Estocolmo, Suécia)

zum-el-hombre

Não confundir com o tradicional restaurante de mesmo nome situado em Munique, na Alemanha. O Zum Franziskaner suíço remonta quase 600 anos de história e teve início graças a iniciativa de alguns monges franciscanos vindos da Alemanha.

Segundo próprios relatos, o bar/restaurante data de 1421. Apesar de o atual edifício onde o estabelecimento está situado ser de 1906, esta é a terceira edificação a hospedar o bar. Todas, entretanto, no mesmo endereço.

Atualmente a adega apresenta uma carta variada de rótulos com especialidades alemãs e suecas e eles fabricam sua própria cerveja.

#7 Brauhaus Sion

(Colônia, Alemanha)

brauhaus-sion-el-hombre

Não é de se espantar que a Alemanha abrigue alguns dos bares mais velhos do mundo. E o Brauhaus Sion, como você pôde ver, é mais uma prova disso. Este local é uma antiga cervejaria e restaurante localizado no centro histórico da cidade de Colônia.

A fundação do Brauhaus Sion data de 1318, sendo que suas atividades foram interrompidas durante os anos de 1942-1951 devido a total destruição das edificações, no período da Segunda Guerra Mundial.

Assim como o champagne, que só pode ser assim chamado se produzido na região de mesmo nome, a cervejaria produz a Kölsch beer, exclusiva da região de Colônia.

#6 Kyteler’s Inn

(Kilkenny, Irlanda)

kytelers-inn-el-hombre

Este é um dos locais da lista que mais vale a pena visitar. Não apenas por sua história, mas pela arquitetura e decoração do ambiente. Isso porque o Kyteler’s Inn é um bar medieval tradicional irlandês.

A comida, a música, as cervejas… tudo ali te faz sentir como se tivesse voltado no tempo. Para completar, o Kyteler’s Inn é dividido basicamente em dois bares: o bar principal e a taverna, no subsolo. E é na taverna que se encontra a parte mais antiga e preservada deste local fundado em 1324.

#5 Ye Olde Man & Scythe

(Bolton, Inglaterra)

ye-olde-man-and-scythe-el-hombre

Não se sabe ao certo quando o Ye Olde Man & Scythe entrou em funcionamento, mas o que se pôde constatar é que seu nome já é mencionado em um documento do ano de 1251, o que lhe confere no mínimo 750 anos de idade.

O local é tão antigo que se você fizer alguma busca pela internet que relacione o nome deste pub com a aparição de fantasmas, encontrará inúmeros relatos, inclusive em sites famosos como The Huffington Post ou The Mirror.

#4 The Brazen Head

(Dublin, Irlanda)

the-brazen-head-el-hombre

O The Brazen Head já ultrapassou os 800 anos de fundação e está longe de se aposentar. Estabelecido mais precisamente no ano 1198, o pub apresenta todas as noites música ao vivo e tem no cardápio a tradicional carne na cerveja.

Segundo histórias, o famoso Robin Hood teria passado por lá algumas vezes. Além desta ilustre lenda, grandes autores irlandeses estiveram pelo bar, como James Joyce (autor de Ulysses, onde, inclusive, lê-se sobre esse pub) e Jonathan Swift (autor de As viagens de Gulliver).

#3 Ye Olde Trip to Jerusalem

(Nottingham, Inglaterra)

ye-olde-trip-to-jerusalem-el-hombre

Este é um dos 20 pubs espalhados pela Europa que entraram com pedido de reconhecimento como o Mais Antigo Estabelecimento de Bebidas Ainda Ativo. Os letreiros pintados na fachada do local indicam que por ali as portas se abriram no ano de 1189. No entanto, não há nenhum documento que prove tal fato.

Ainda assim, é um pub que com certeza vale a visita, principalmente se você estiver viajando pela região. Muitos dizem que o nome Ye Olde Trip to Jerusalem se deve às Cruzadas realizadas no século XII em direção à Terra Santa.

#2 The Bingley Arms

(Leeds, Inglaterra)

bingley-el-hombre

Como se pode perceber, Inglaterra e Irlanda passam a se alternar nesta lista à medida que chegamos ao seu fim – ou seja, que os bares vão ficando mais velhos. E jogando pelo lado inglês, o The Bingley Arms faz bonito e ultrapassa a marca dos 1000 anos de existência. Mas ele ainda não pode se vangloriar de ser o bar mais antigo do mundo. É, no entanto, o mais antigo da Inglaterra.

Localizado em Bardsey, pequeno vilarejo da cidade de Leeds, tem no Guinness Book seu ano de fundação como sendo 953, porém, algumas evidências sugerem que na verdade este pub tenha se estabelecido em 905.

#1 Sean’s Bar

(Athlone, Irlanda)

seans-bar-el-hombre

Este é, segundo o Guinness Book, o pub mais antigo da Irlanda. Supostamente é o bar mais antigo do mundo já que não se tem notícia de um local tão velho quanto o Sean’s Bar, que data do ano de 900.

Tem um look muito atual para tanta história? É porque foi reformulado na década de 70. Durante esse trabalho descobriu-se materiais utilizados nas paredes que são típicos de antes do século X. Foi então que perceberam que o pub era ainda mais antigo do que imaginavam.

Bom, mas longe do passado – e num presente bem vivo -, o bar continua muito bem, sendo reconhecido por suas noites de música tradicional ao vivo, num ambiente que parece encontrar o equilíbrio entre preservar o antigo e valorizar o moderno.