fbpx

Homens que usam emojis fazem mais sexo, segundo pesquisa

Thiago Sievers
Thiago Sievers Head de Parcerias

Outro dia tivemos uma discussão aqui na redação. Um estava defendendo o ponto de que mulheres gostam tanto de emojis que têm até os seus preferidos; o outro dizia ser bobagem, que é impossível alguém ter um emoji predileto.

Pois esse outro parece estar errado. Em sua pesquisa anual “Singles in America”, o site Match.com descobriu que quem usa emoji tem uma vida sexual mais ativa.

O trabalho envolveu 5675 americanos solteiros e chegou a esse resultado. E os números realmente representam isso:

  • 54% das pessoas que usam emojis transaram em 2014
  • 31% das pessoas que não usam emojis transaram em 2014

Considerável a diferença, não? Além disso, eles desenvolveram um gráfico com a porcentagem dos solteiros que fizeram sexo ao menos uma vez ao mês no ano passado levando em consideração a frequência de uso de emojis:

emoji-sexo-el-hombre

  • Nunca usam: 26% homens; 13% mulheres
  • Dificilmente usam: 36% homens; 21% mulheres
  • Usa, mas não com rolos: 36% homens; 20% mulheres
  • Usa regularmente, mas não em toda mensagem: 43% homens, 37% mulheres
  • Usa ao menos uma vez em toda mensagem: 56% homens, 38% mulheres
  • Usa mais de uma vez em toda mensagem: 64% homens, 46% mulheres

Ou seja, quanto mais se usa os emojis, mais se transa. É o que nos diz o gráfico. O grande segredo (que não é segredo) é que os emojis representam nossas emoções com bastante eficiência. “(Os usuários de emojis) querem dar às suas mensagens mais personalidade.

Essa é uma nova tecnologia que põe em risco a sua habilidade de expressar emoções. Não há mais inflexões sutis de voz. Então a gente criou outra forma para expressar nossas emoções e isso é o emoji”, disse à TIME a antropóloga que ajudou no estudo Dr. Helen Fisher. E não é só no sexo que os fãs dos emojis se dão melhor. Ao que tudo indica eles também conseguem mais encontros e estão duas vezes mais sujeitos a se casarem.