fbpx

Sim, homens fingem orgasmos e essas são as principais razões

Thiago Sievers
Thiago Sievers Head de Parcerias

Alguns fatos a vida engole. O que significa isso? Que eles acontecem por aí, às vezes descontroladamente, mas escondem-se com astúcia da consciência popular. Não participam dos assuntos do almoço de domingo e nem mesmo do papo de bar.

Por exemplo, uma fingida inocente de orgasmo. O assunto é largamente comentado (provavelmente não no almoço de domingo), mas considerando apenas a mulher como a dissimulada da história.

Todos sabem que é comum elas fingirem orgasmo. Cerca de 70% das mulheres já passaram por essa situação. Mas e nós nesse rolo?

Bem, senhores, nós não atuamos apenas no papel de enganados. Segundo esse mesmo estudo linkado acima, mais ou menos 28% dos homens já fingiu uma gozada. O problema dessa situação é que é fácil verificar a legitimidade do fato, certo?

Mas, enfim, essa é outra conversa.

A questão é que isso acontece com mais frequência do que a consciência popular compreende. A gente fez um texto sobre o assunto há alguns anos e lá tem uma enquete. Das três opções, a mais votada é aquela que aponta que vira e mexe a gente da uma fingida, com quase 40% dos votos.

fingir3

Mas se você nunca passou por essa situação e está se perguntando “por que, Deus, por que fazer isso?”, um estudo recente veio resolver suas dúvidas.

O material foi publicado no Sexual and Relationship Therapy e procurou estudar as motivações que levam os homens — e apenas os homens — a fingirem orgasmo. Eles questionaram 230 caras comprometidos entre 18 e 29 anos que já disseram ter ludibriado a parceira nos últimos 4 meses.

Para você ter uma ideia, esses homens admitiram fingir gozar em quase 30% das transas.

Mas, calma lá, nem tudo é trevas. Na verdade, o trabalho é, de certa forma, até aliviante. Ao pesquisar os motivos, descobriu-se que os homens são levados a reagir dessa maneira com ótimas intenções e poucas vezes o fator principal foi falta de atração pela parceira.

Eles consideraram, ao todo, 7 motivos, listados da seguinte maneira em ordem do mais forte para o mais fraco:

  • Para auto-estima da parceira
  • Para gozar ao mesmo tempo
  • Por conta de intoxicação (tipo estar bêbado)
  • Por conta de um sexo sem desejo
  • Para melhorar o sexo
  • Por conta de insegurança
  • Por conta de um sexo ruim ou de uma parceira sem apelo sexual

fingir2

Então veja que os maiores motivos de se fingir orgasmo, nesses casos, é para agradar a parceira ou então para provocar uma conexão maior quando ela está alcançando o clímax.

Ou seja, esse fator não é visto como um problema para esses caras, que, na real, estão bem satisfeitos com suas vidas sexuais: numa escala que vai até 35, eles pontuaram em média 30 com relação à satisfação sexual.

Ok, esses dados talvez não sejam condizentes com a realidade geral, afinal, o público é limitado a homens jovens que estão se relacionando. Para caras solteiros possivelmente os resultados seriam outros.

Mas, enfim, é sempre válido pensar bem (caso seja possível) antes de decidir-se pelo fingimento, mesmo que a intenção seja das melhores. E o raciocínio para isso é simples: uma pequena conferida pode fazer a parceira deixar de se sentir a rainha do sexo em segundos.