fbpx
sábado, maio 25, 2024
InícioEntretenimentoVeja os livros e os contos por trás de 7 clássicos do Studio Ghibli

Veja os livros e os contos por trás de 7 clássicos do Studio Ghibli

A magia narrativa do Studio Ghibli tem encantado espectadores ao redor do mundo por décadas. Ela os transporta para reinos onde o fantástico e o quotidiano se entrelaçam de maneira sublime. Menos conhecido, e igualmente encantador, é o rico leque de literatura que inspirou as mais aclamadas animações do estúdio. E é sobre isso que decidimos escrever hoje – está pronto para nos acompanhar?

1# Túmulo dos Vagalumes: “A Grave of Fireflies”, de Akiyuki Nosaka

Veja os livros e os contos por trás de 7 clássicos do Studio Ghibli

“A Grave of Fireflies”, de Akiyuki Nosaka, é um conto dolorosamente belo, ambientado nas cinzas do Japão pós-Segunda Guerra Mundial. Ele conta a história de dois irmãos, Seita e Setsuko, lutando pela sobrevivência após a perda de seus pais. Com uma narrativa crua e emocionante, Nosaka desenha um retrato devastador das consequências da guerra, visto através dos olhos da inocência perdida. O autor, inspirado por suas próprias experiências e pela perda de duas de suas irmãs em meio à guerra, infunde na história uma profunda humanidade. Além disso, promove uma reflexão sobre a resiliência do espírito humano.

O texto em questão não foi traduzido para o português, mas você pode encontrá-lo completo aqui, no inglês.

2# O Serviço de Entregas da Kiki: “Entregas Expressas da Kiki”, Eiko Kadono

Veja os livros e os contos por trás de 7 clássicos do Studio Ghibli

Em “Entregas Expressas da Kiki”, de Eiko Kadono, somos apresentados a uma jovem bruxa chamada Kiki que, seguindo a tradição de sua família, deixa seu lar aos treze anos para estabelecer seu serviço de entrega voadora. Ambientado em uma pitoresca cidade costeira, o livro narra as aventuras de Kiki e seu fiel companheiro, Jiji, um gato preto falante. Kadono cria um mundo encantador onde a magia se entrelaça com o cotidiano, explorando temas de independência, amadurecimento e a busca de Kiki por seu lugar no mundo.

3# O Castelo Animado: “O Castelo Animado”, Diana Wynne Jones

Veja os livros e os contos por trás de 7 clássicos do Studio Ghibli

“O Castelo Animado”, de Diana Wynne Jones, é uma obra rica em fantasia e aventura, onde conhecemos Sophie, uma jovem amaldiçoada por uma bruxa que a transforma em uma idosa. Buscando quebrar o feitiço, Sophie se encontra no misterioso castelo do mago Howl, um lugar de magia e segredos. Jones tece uma história complexa de amizade, amor e autoconhecimento, em um mundo onde nada é o que parece e onde o coração e a coragem são as chaves para desvendar verdadeiros encantos.

4# Contos de Terramar: Série “O Ciclo de Terramar”, Ursula K. Le Guin

Veja os livros e os contos por trás de 7 clássicos do Studio Ghibli

A série “O Ciclo de Terramar”, de Ursula K. Le Guin, apresenta um arquipélago de ilhas, onde a magia é tão real quanto o mar e o vento. Seguimos Ged, um jovem com um poder mágico inato, em sua jornada desde aprendiz até se tornar o maior dos magos. Le Guin explora profundamente temas como o equilíbrio entre luz e escuridão, o conhecimento de si mesmo e o verdadeiro significado do poder. Sua narrativa é uma meditação sobre crescimento, responsabilidade e a relação intrínseca entre o homem e a natureza.

5# O Mundo dos Pequeninos: “Os Pequeninos Borrowers”, Mary Norton

Veja os livros e os contos por trás de 7 clássicos do Studio Ghibli

O livro infantil “Os Pequeninos Borrowers”, de Mary Norton, nos leva ao fascinante mundo dos pequeninos – seres minúsculos que vivem escondidos nos cantos das casas dos humanos, “emprestando” o que precisam para sobreviver. Acompanhamos a aventura de Arrietty e sua família, explorando o mundo gigante dos “humanos” com todos os perigos e maravilhas que ele oferece. Norton cria uma perspectiva única, desafiando nossas noções de pequenez e grandeza, e apresenta uma narrativa cheia de coragem, curiosidade e o desejo de explorar além dos limites impostos.

6# O Conto da Princesa Kaguya: lenda popular “O Conto do Cortador de Bambu”

Veja os livros e os contos por trás de 7 clássicos do Studio Ghibli

“O Conto do Cortador de Bambu”, uma das mais antigas e reverenciadas lendas do folclore japonês, conta a história de uma princesa celestial encontrada dentro de um bambu brilhante por um cortador de bambu idoso. À medida que cresce, a princesa Kaguya se torna conhecida por sua beleza incomparável, atraindo pretendentes de longe. A lenda explora a natureza efêmera da vida e a busca pela verdadeira felicidade, tecendo uma tapeçaria de amor, perda e o inevitável retorno ao lar celestial. Esta narrativa, rica em simbolismo e profundidade emocional, oferece uma janela para a alma cultural japonesa, refletindo sobre o valor da simplicidade e da beleza nas coisas mais modestas da vida.

7# As Memórias de Marnie: “When Marnie Was There”, Joan G. Robinson

Veja os livros e os contos por trás de 7 clássicos do Studio Ghibli

“When Marnie Was There”, de Joan G. Robinson, é uma história emocionante sobre a amizade entre Anna, uma garota solitária com problemas de autoestima, e Marnie, uma misteriosa menina que parece pertencer a outro tempo. Situado em um tranquilo vilarejo à beira-mar, este livro é uma exploração delicada de temas como isolamento, identidade e a conexão profunda que pode surgir entre duas almas. Robinson habilmente entrelaça o real e o fantástico, levando o leitor a questionar os limites entre amizade, memória e o mundo além do que podemos ver.

Reflexões tecidas em tinta e luz

A jornada através dos enredos que inspiraram as obras-primas do Studio Ghibli revela a diversidade de temas e personagens. Além disso, mostra a universalidade das questões humanas que eles exploram. De histórias de crescimento e autoconhecimento a reflexões sobre a natureza e a sociedade, esses livros e contos destacam-se. Eles servem como um lembrete do poder da literatura de transcender culturas e gerações. O Studio Ghibli, ao adaptar estas obras, não apenas homenageia suas origens literárias. Ele também amplifica suas vozes, tecendo-as em novas formas de arte que continuam a inspirar e emocionar.

Camila Nogueira Nardelli
Camila Nogueira Nardelli
Leitora ávida, aficcionada por chai latte e por gatos, a socióloga Camila escreve sobre desenvolvimento pessoal aqui no El Hombre.