Viajando com as novas Royal Enfield Twins para Paraty

E aí, galera, Felipe Lex na área! Tô aqui para contar sobre uma trip irada que eu fiz no final de janeiro (2020): fui até Paraty (RJ) pilotando as novas Royal Enfield Twins, a Intercetpor 650 e a Continental GT 650.

Como vocês já devem saber, um dos meus maiores prazeres é pegar estrada de moto, especialmente quando é um lançamento, porque aí eu encontro a rapazeada dos canais especializados em duas rodas — e vamos todos juntos curtir o rolê.

Bom, só pra contextualizar um pouco, é bom lembrar que a Royal Enfield é uma montadora centenária que nasceu no Reino Unido e que produziu pela primeira vez a Interceptor dois cilindros de 750cc em 1962, parando sua produção em 1970.

Agora deixa eu contar um pouco sobre as Twins que pilotei até Paraty! São inéditas bicilíndricas 650 cc que a Royal Enfield apresentou no Salão Duas Rodas em novembro de 2019. Até então a marca tinha no seu lineup apenas modelos com motor de um cilindro, sendo eles as Classics, a Bullet, a Continental GT 535 e a Himalayan.

Pra começar, eu gostaria de deixar claro que as duas motos são muito semelhantes, já que compartilham o mesmo motor de 648 cc com potência de 47cv e torque de 5,2 kgfm, câmbio de seis marchas, suspensão, rodas e pneus, freios e o quadro de aço com berço duplo. Mas oferecem experiências de pilotagem bem diferentes.

INTERCEPTOR 650

Eu fiz o primeiro trecho da viagem com a Intercetpor, de São José dos Campos até perto de Cunha, onde paramos para almoçar. Só nesse pedaço já tive a clareza de que a Interceptor seria minha preferida, principalmente pela posição de pilotagem.

O guidão é um pouco elevado e a pedaleira não fica muito recuada, então dá para manter uma posição mais ereta e confortável na moto, apesar do banco ter judiado um pouco de mim depois de 200 km! Rs.

O banco a princípio tem uma espuma mais alta que o da Continental GT 650, e parece que acomoda bem, mas com o tempo a espuma amassa tanto que a bunda começa a ficar quadrada! Rs. Mas nada que uma rápida parada não resolva.

CONTINENTAL GT

Depois do almoço, eu peguei a Continental GT e descemos até Paraty pela serrinha de Cunha. Apesar da chuva e neblina, fizemos uma descida divertida.

Eu já tinha andado na Continental GT 535 cc. (Inclusive, rodei com ela na Índia, se quiser ver o vídeo é só clicar aqui.) Então eu já sabia o que me esperava. Seguindo bem a linha de uma Café Racer, ela tem um guidão clip-on ou semi-guidão, um assento mais afinado que te joga pra perto do tanque, pedaleiras um pouco recuadas e o tanque com os recortes laterais para o encaixe dos joelhos, proporcionando uma pilotagem bem mais esportiva.

Na descida da serra pude testar um pouco mais os freios com ABS em ambas as rodas, que não são nada de excepcionais, mas cumprem bem sua função.

Ambas as motos são boas na curva, a ciclística é fácil e divertida, e a suspensão traseira a gás é boa e tem ajuste de pré-carga.

Gostei muito do conjunto da moto, o motor tem torque suficiente pra se manter esperto o tempo todo e 80% do seu toque máximo chega já aos 2.500 rpm. Além disso, a embreagem deslizante deixou as reduções suaves.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Pra terminar o primeiro dia, jantamos e dormimos em Paraty. Na manhã seguinte, saímos rumo a São José dos Campos onde a Van nos esperava para voltar à São Paulo.

Acordei cedo pra garantir uma Interceptor na volta. O céu estava limpo e com certeza iríamos curtir mais a subida da serra, desta vez por Oswaldo Cruz.

Infelizmente pegamos um começo de serra com chuva e muita neblina, mas ao final da subida o tempo abriu e pudemos abusar um pouco mais das Twins nas curvas.

Realmente as motocas me surpreenderam bastante. São robustas, mas proporcionam bastante prazer na condução. Com seu estilo clássico moderno, são também lindas, e os dois escapamentos cromados, além de dar um toque final no design, ainda contam com um ronco não tão alto mas estimulante.

PREÇOS

➤ Interceptor 650: a partir de R$ 24,990 nas cores sólidas (laranja, preto ou cinza); R$ 25,990 nos modelos bicolores; e R$ 26,990 na versão cromada.

➤ Continental GT 650: a partir de R$ 25,990 nas cores sólidas (preto e azul); R$ 26,990 nos modelos bicolores; e R$ 27,990 na versão cromada.