fbpx

Você é um líder ou um bully? 7 situações que revelam isso

Pedro Nogueira
Pedro Nogueira Editor-Chefe

dois homens numa sala. Ambos têm energia, são decididos e se expressam assertivamente. A diferença?

  • O primeiro levanta a voz ao falar; o segundo não, pois quanto ele tem algo a dizer todos o ouvem.
  • O primeiro intimida os mais fracos para, assim, parecer e sentir-se mais forte; o segundo gosta de integrar as minorias ao grupo, não de tiranizá-las.
  • O primeiro se veste e age de maneira calculada para impressionar os outros; o segundo é honesto à sua personalidade, pois não precisa da aprovação alheia para ficar bem.

Em outras palavras? O primeiro é um bully e o segundo, um líder.

A linha que divide os dois, superficialmente, pode parecer tênue. Mas não se engane: enquanto um causa problemas, o outro os resolve. E, no longo prazo, o bully é como uma bomba-relógio prestes a explodir e levar todos ao seu redor junto. Já o líder está sempre caminhando em direção ao topo e, como na propaganda da Johnny Walker, não deixa os inevitáveis tropeços em sua jornada afetá-lo.

Muitas pessoas, no entanto, vêem o líder e o bully como um só. A culpa disso? Provavelmente os filmes colegiais e universitários de Hollywood, onde os trolls saem com as garotas mais bonitas, capitaneiam o time de futebol e são eleitos o rei do baile.

Obviamente, o bully pode desfrutar de tal sucesso. Acontece que ninguém gosta dele no fundo, apenas seguem-no por medo ou com o intuito de tirar vantagem de sua posição. Enquanto o líder, por outro lado, é uma figura querida e verdadeiramente respeitada.

Para ficar em Hollywood mesmo, quer exemplos? Assista aos filmes Marcação Cerrada e 10 Coisas que Odeio em Você.

Ambos tem o personagem bonitão do colégio, pegador e bem-sucedido, mas que acabam se ferrando em algum momento da história. A diferença é que, em Marcação Cerrada, ele é um líder e, por carinho, as pessoas fazem tudo para ajudá-lo a dar a volta por cima. Já em 10 Coisas que Odeio em Você, ele é um bully e sua queda é celebrada por todos.

Se você não sabe em que categoria se encaixa, elaboramos 7 situações para ajudá-lo a descobrir:

CENA 1# ESTAGIÁRIO

Você passou uma tarefa ao seu estagiário e ele cometeu um erro. Qual é a sua reação?

  • A: Gritar com ele na frente de todo mundo, para ele saber quem manda
  • B: Corrigi-lo de maneira construtiva, para isso não voltar a ocorrer no futuro
  • C: Fingir que nada aconteceu e deixar o seu erro passar

CENA 2# EX-NAMORADA

Você terminou com sua namorada e vai contar para os seus amigos. O que você diz?

  • A: Ela era uma vagabunda mesmo, em qualquer esquina tem coisa melhor
  • B: Não deu certo, agora o negócio é partir para a próxima
  • C: Estou arrasado e quero morrer, acho que nunca vou superar isso

CENA 3# TOMBO ALHEIO

Você está na rua, um sujeito pisa num buraco, prende o pé e toma um tombo. O que você faz?

  • A: Dou risada e gravo a cena para jogar no YouTube
  • B: Ajudo-o se levantar e pergunto se está machucado
  • C: Finjo que não vi

CENA 4# SEDUÇÃO

Quando você chega numa garota, sobre o que fala?

  • A: Sua extensa lista de qualidades e posses
  • B: Seus hobbies e projetos para o futuro
  • C: Nada, você apenas a ouve falando e concorda com tudo

CENA 5# DEBATE

Numa discussão, como você faz para convencer alguém do seu ponto?

  • A: Na base da pressão e intimidação
  • B: Com uma boa dose de argumentos
  • C: Não gosto de atrito, prefiro concordar com o outro

CENA 6# MINORIA

Na empresa em que você trabalha, entra um asiático que fala português muito mal. Todo mundo está rindo dele. E você?

  • A: Solto um batalhão de piadas para divertir a turma
  • B: Enquadro todo mundo e tento inseri-lo ao grupo
  • C: Dou risada com a situação

CENA 7# LIDERANÇA

Com qual destes líderes você mais se identifica?

  • A: Stálin, da URSS
  • B: Leônidas, de Esparta
  • C: Nenhum, fico mais confortável seguindo ordens do que liderando

Se você respondeu mais vezes “A”, sinto muito em dizer, mas você é um bully e há uma torcida grande por aí para você se ferrar e sumir do mapa. Caso tenha sido a “B”, parabéns, você é um líder nato e querido por todos.

Agora você deve estar se perguntando: e se foi “C”? Neste caso você tem uma atitude muito hesitante e indecisa. Seria bom trabalhar na confiança e autoestima. Mas isso é assunto para um outro post.

Voltando ao debate inicial, o líder é um homem confiante, que não sente necessidade de diminuir os outros (cenas 1# e 2#) para sentir-se melhor. Ele também não faz propaganda de suas qualidades (4#) pois, na essência, isso é um traço de pessoas inseguras que precisam constantemente provar aos outros — e a si mesmas — que é bacana.

O líder não encontra felicidade na desgraça alheia (3#) pois a sua vida já é emocionante o suficiente. Ele é respeitado por suas ideias (5#), não pelo tom da sua voz, e não tem medo de ir contra a corrente (6#) para defender o que é certo. Ele protege o seu grupo (7#) e não utiliza a força para ganhos pessoais, passando por cima dos outros.

E quanto acontece um choque entre os dois?

O bully vai abaixar a cabeça, pois ele só vai contra alguém que possa dominar. Em outras palavras, os mais fracos. Na presença de alguém mais forte, sua reação é simplesmente revelar tudo aquilo que ele é na essência: um cara inseguro e covarde.