3 em 4 mulheres precisam de estímulo no clitóris para gozar

Quando o assunto é sexo, um homem não deve estar satisfeito até a sua parceira estar também. Em outras palavras? É um egoísmo do cacete (com o perdão da trocadilho) achar que o objetivo único da transa é o homem gozar, enquanto o orgasmo feminino é um bônus bem-vindo se eventualmente rolar).

Entre quatro paredes, não devemos medir esforços nesta gloriosa tarefa de proporcionar o clímax à nossa parceira — e acredito que a maioria dos homens compartilha desta opinião. Aos que não pensam assim, sinto muito avisar, mas vocês continuam vivendo no idade da pedra.

O problema? Por mais que você tenha boa vontade, o orgasmo feminino é muito mais complexo do que o masculino e, às vezes, não é tão simples chegar lá.

Segundo estudos, de 10% a 15% das mulheres não gozam nunca. Entre as que conseguem, apenas 25% delas atingem o orgasmo com a penetração sozinha. Por isso hoje decidi escrever sobre uma dica básica e essencial para dar prazer à sua parceira: o estímulo clitoriano.

O fato é que 3 em cada 4 mulheres precisam da estímulo direto no clitóris para gozar. É uma estatística que não pode passar despercebida por nós. Inserir essa técnica no sexo é indispensável e há várias maneiras deliciosas de colocá-la em prática:

  • SEXO ORAL: Tem coisa melhor do que cair de boca e chupá-la com vontade? É um tesão para quem recebe e para quem pratica também.
  • VOCÊ BRINCA COM O DEDO: Vocês podem adotar uma posição que permita a você masturbá-la durante a penetração até a chegada do clímax, tipo de ladinho.
  • ELA BRINCA COM O DEDO: Outra opção é dizer para ela estimular o próprio clitóris enquanto vocês transam.
  • SEX TOY: Não seja conservador. Usar um estimulador vibratório para o clitóris (seja na preliminar ou durante a penetração) pode levá-la à loucura.

E vocês não precisam escolher apenas uma opção, obviamente. Que tal percorrer todos esses caminhos durante a transa? A técnica do estímulo clitoriano é algo importantíssimo a ser dominado por todos os homens. Lembre-se disso sempre que estiver acompanhado na cama.

VÍDEOS EM DESTAQUE