7 tipos de homens que não querem crescer

Alguns rapazes simplesmente não querem virar homens. Tornam-se adultos, mas se recusam a abrir mão dos seus privilégios de adolescentes. E agem como meninos – às vezes, por toda a vida.

A psicologia chama esse comportamento de síndrome de Peter Pan – o que descreve todo um rol de atitudes que vão desde a simples irresponsabilidade até a negação ao envelhecimento.

Muitas vezes esse problema vem de berço. O homem é alimentado por uma mãe superprotetora e reforçado por mulheres carentes ou apaixonadas, sempre prontas para lhes fazer aquela massagem no ego.

Não é preciso ir muito longe para se deparar com homens assim. Alguns chegam a ser tão caricatos que, antes que abram a boca, logo se percebe que estão numa eterna puberdade.

Mas veja bem: ter estilo é admirável em qualquer idade, especialmente entre homens mais velhos.

Os tipos descritos abaixo não se referem ao estilo pessoal dos rapazes. Apenas apontam certas posturas diante da vida que os deixam com jeito de meninos, mesmo depois que aparecem os cabelos brancos.

1# O filhinho da mamãe

bebe-el-hombre

Esse cara nunca saiu da casa da mãe, nem para fazer intercâmbio. Está tão acomodado com casa, comida e roupa lavada, que sequer faz a própria cama.

Quando fala sobre o assunto, justifica dizendo que a velha é muito apegada, e que não a quer deixar sozinha. Mas ele mesmo nunca cogitou se desapegar da comidinha dela.

2# O beberrão

bebe2-el-hombre

Ele é o primeiro a levantar o copo e o último a largar. Mas, apesar de estar sempre bêbado, o rapaz não sabe beber. As garotas que saem com ele precisam ficar de babás, enquanto o assistem vomitar, cair no meio da rua e dar todo tipo de vexame.

Muitas acabam se cansando, até porque frequentemente ele broxa.

3# O solteirão convicto

bebe3-el-hombre

Difícil explicar porque esse cara tomou a decisão de não cogitar namorar sob nenhuma hipótese. Sabe-se apenas que muitos de seus amigos incentivam essa postura. Pode ser trauma com algum relacionamento. Ou receio de perder a curtição da pegação desenfreada – e a tão suada reputação de garanhão.

Fato é que ele prefere viver na superfície das relações afetivas e sai de cena sempre que começa a se apaixonar por uma garota. Foge de compromisso, porque não aguenta a cobrança de ter responsabilidade com alguém.

4# O bon vivant

bebe4-el-hombre

Bem-nascido, ele veio ao mundo com o bumbum para a lua. Sua vida se resume a festas, gastos e noites de bebedeira (não raro, acaba se tornando um beberrão). Não produz nada, porque não precisa – bem como o filhinho da mamãe, com a diferença que esse até ganhou o mundo.

Acontece que, como nunca batalhou por nada nem passou por qualquer necessidade, continua com uma cabecinha de criança mimada.

5# O internérdico

bebe5-el-hombre

Esse cara tem atitude e papo de menino – afinal, crescer requer viver de verdade, mas ele só vive na web. Seu programa do fim de semana é virar noites no Twitter. Conhece garotas apenas pela net e frequentemente trava quando as vê em carne e osso.

Não raro, age como um babão diante das mulheres.

6# O bonde da maromba

bebe6-el-hombre

Esse só quer crescer de tamanho, porque os anabolizantes atrofiaram seu cérebro. Alopradinho, vive arrumando confusão na rua. Até porque o nível de machismo entre esse tipo de caras costuma ser dos mais altos.

Dá impressão que ele voltou no tempo e acha que estamos na primeira metade do século 20, tamanho conservadorismo em seu discurso.

7# O rebelde sem causa

bebe7-el-hombre

Ele acha que tudo na vida gira em torno de sexo, drogas e rock’n roll. Quase não consegue conversar com os outros sem vomitar um discurso de ódio e revolta pelo sistema, ao qual insiste que quer viver à margem. Mas, no fundo, é só pose – em casa, bebe Coca-Cola todos os dias.

E você? Identificou-se com algum ou vários perfis dessa lista? Bem, não entenda como uma crítica. Mas admita: você até pode querer crescer, só que prefere deixar para amanhã.