As 10 graduações que produzem mais bilionários

Se você achava que o caminho mais seguro para virar um bilionário era se formando em Engenharia, Negócios ou algum outro curso tradicional, temos uma notícia para você: a melhor opção é não ter diploma algum.

Surpreendente, não? É o que revelou um levantamento do site Approved Index, que analisou a educação dos 100 homens mais ricos do mundo.

Um terço deles (32) não se formou, seguido por graduados em Engenharia (22) e Negócios (12). Outro fato curioso é que 9 estudaram Artes, mais do que Direito (2) e Economia (8). Eis o ranking:

  1. Nenhum diploma (32)
  2. Engenharia (22)
  3. Negócios (12)
  4. Artes (9)
  5. Economia (8)
  6. Finanças (3)
  7. Ciência (2)
  8. Matemática  (2)
  9. Direito (2)
  10. Outros (8)

Bill Gates, o homem mais rico do mundo, com US$ 79 bilhões, é famoso por ter largado Harvard, assim como Mark Zuckerberg, o mais jovem da lista, com US$ 35 bilhões.

“Essa descoberta dá uma nova dimensão ao debate sobre a relevância e o valor do diploma hoje”, disse Amy Catlow, diretora da Approved Index.

Apenas não ache, caro leitor, que o caminho da riqueza está na preguiça. Tanto Bill Gates quanto Mark Zuckerberg abandonaram a faculdade para se focar no trabalho, não para cair na balada.

A reflexão que podemos fazer aqui é que, talvez, o ensino teórico seja supervalorizado em nossa sociedade, enquanto deveríamos dar mais atenção para o prático.

VÍDEOS SUGERIDOS: