Fui promovido a um cargo de liderança. E agora?

Ser promovido a um cargo de liderança é o sonho dourado de muitos profissionais. Trabalho árduo, dedicação, superação, competência e mérito serão os ingredientes fundamentais para a realização desse desejo.

Passada a empolgação inicial, no entanto, eis que pode chegar a insegurança e a ansiedade: “Será que vou corresponder? Nunca fui líder em toda a minha carreira”.

A experiência profissional, e inúmeras leituras a respeito de liderança, me ensinaram que é necessário construir uma “plataforma de trabalho” fundamentada em cinco pilares indispensáveis:

1# VOZ DE COMANDO

Todo líder precisa assumir o papel de dirigente. Isso nada tem a ver com autoritarismo ou tirania. Ele deve ir à frente, conduzindo um grupo de pessoas ao atingimento de resultados. Para isso, ele necessita estabelecer um contrato psicológico com seu grupo, no qual os papéis ficarão claramente pactuados.

O que fazer, então? Evidencie sua responsabilidade de gestor. Seu estilo de liderança poderá ser diplomático, participativo, flexível, descontraído ou mesmo espontâneo. Mas nunca deixe o pessoal perder de vista quem está no comando.

2# EQUIPE

A competência técnica e comportamental da equipe será outro pilar indispensável. De nada adiantará um bom líder, se o grupo é fraco em conhecimentos, inexperiente ou desmotivado. Lembre-se que o resultado vem através de pessoas.

Assim, não existirá líder de alto desempenho sem uma equipe de nível elevado. Será necessário investir fortemente no preparo técnico e no desenvolvimento de atitudes e comportamentos compatíveis com o tipo de trabalho que eles desempenham.

shutterstock_430168801

3# PROCESSOS

Estou cada vez mais convencido de que as empresas brasileiras precisam de métodos. Com urgência. Em maior ou menor grau, é preciso definir o que fazer e como fazer. Chega de improvisação, de gambiarras de jeitinho brasileiro. É preciso desenvolver processos, procedimentos e instruções para que se crie um padrão de qualidade para produtos e serviços.

Ter métodos bem definidos facilitará bastante o trabalho do líder, visto que o grupo será treinado a partir desses processos e saberá, com exatidão, o que se espera do trabalho dele.

4# ESTRUTURA

São as condições de trabalho. Para que uma equipe possa desempenhar seu papel com excelência, a empresa precisa prover uma estrutura que possibilite executar as tarefas que lhe foram atribuídas.

Para isso, será preciso investir em tecnologia, equipamentos, mobiliário, espaço físico, impressos, meios de comunicação, transportes, matérias-primas ou qualquer insumo necessário para que o processo flua de forma eficiente.

5# PLANO DE METAS

Um líder precisa saber onde quer chegar. Por isso, é fundamental estabelecer alvos. Eles estarão expressos de forma organizada num plano de trabalho. É inadmissível e imperdoável que um líder não tenha metas. Elas servem como roteiro de viagem e guiam a gestão.

O grupo também necessita desse direcionamento. Do contrário, ficarão sem foco, sem rumo e sem motivação – afogados numa rotina anestesiante chamada “zona de conforto”. As metas nos fazem andar, a passos largos, para frente. A evolução do líder e de seu grupo dependerá fundamentalmente de bons alvos.

* * *

Agora as diretrizes do projeto da sua plataforma de trabalho estão devidamente traçadas. Cabe a você checar se cada um dos cinco pilares que estão sob sua responsabilidade estão, de fato, bem fortalecidos e em equilíbrio para que sua experiência como gestor seja aprovada por todos quantos interajam com você e com sua equipe.