O Renault Trezor é um dos conceitos mais insanos da indústria automobilística

Pedro Nogueira
Pedro Nogueira Editor-Chefe

Carroceria em fibra de carbono. Para-brisa curvilíneo vermelho. Quase 5 metros de comprimento. Distância de 2,7 metros entre os eixos. Rodas de 22 polegadas atrás e 21 polegadas na frente. Ultra rebaixado.

E, para dar o toque final, teto em formato de escotilha para os passageiros entrarem e saírem.

Parece a descrição de um carro do futuro, né, senhores? Mas estamos falando do Renault Trezor, o novo carro-conceito da montadora francesa.

Ele não é inovador apenas por fora. Dentro da sua carroceria, o Trezor traz propulsores elétricos que geram 350 cv de potência, o levando de 0 a 100 km/h em menos de 4 segundos, e modo de condução totalmente autônoma.

Claro, ainda vai levar um bom tempo até vermos um carro como o Trezor circulando entre nós. Talvez décadas. Mas o objetivo dos carros-conceitos é apresentar a visão da marca para seus próximos projetos.

O que isso significa? Que o design dele vai inspirar os novos carros da Renault. A montadora também deixou claro que sua atenção está voltada para motores elétricos e tecnologias de direção autônoma.

Fique agora com as fotos dessa máquina futurística:

renault-trezor-car-2 renault-trezor-car-3 renault-trezor-car-4 renault-trezor-car-5 trezor_concept_-_embargo_08h15_uk_time_290916_20-2