Os maiores craques do Brasil na história da Copa

Será que o Brasil vai ganhar a Copa de 2018? E, caso ganhe, quem será o nosso destaque no mata-mata? Coutinho, que brilhou na primeira fase? Neymar, com sua habilidade fora-de-série? Algum outro? Não dá para prever o futuro, mas podemos admirar o passado. Por isso fizemos hoje uma lista dos maiores craques do Brasil na história da Copa.

LEÔNIDAS DA SILVA (1938)

Na primeira Copa da França, em 1938, o Brasil chegou à semifinal e nosso grande craque foi Leônidas da Silva, o Diamante Negro. Dos 14 gols que a Seleção marcou no campeonato, 7 foram dele. Até hoje ele tem a melhor média de gols do Brasil na Copa: 1,60 por jogo. Outro jogador que se destacou em 1938 foi Domingos da Guia, considerado por muitos o melhor zagueiro da história do Brasil.

ADEMIR MENEZES (1950)

Em 1950, na Copa do Brasil, o nosso destaque na campanha vice-campeã foi Ademir Menezes, artilheiro da competição com 9 gols marcados. Seu estilo de jogo deu origem à posição de “ponta de lança”. Infelizmente, sua grande performance na competição foi ofuscada pela surpreendente derrota do Brasil na final para o Uruguai, num Maracanã com 200 mil pessoas.

PELÉ (1958)

O cara de 1958, quando o Brasil ganhou sua primeira Copa, foi sem dúvida Pelé. Ele tinha 17 anos e, ainda assim, foi artilheiro da seleção com 6 gols na competição, incluindo dois na final contra a Suécia. Num deles, Pelé chapelou o zagueiro dentro da área e finalizou de primeira. O Brasil e o mundo se encantaram por aquele jovem que seria, alguns anos depois, eleito o Rei do Futebol.

GARRINCHA (1962)

Com Pelé lesionado, quem chamou a responsabilidade para si na Copa de 1962 foi Garrincha, que terminou a competição compartilhando a artilharia com Vavá, ambos com 4 gols. Seus dribles plásticos, gols decisivos e assistências precisas encantaram o mundo. E, de quebra, deram o bicampeonato mundial ao Brasil.

ESQUADRÃO 1.0 (1970)

É impossível eleger somente um jogador como o craque da Copa de 1970, pois o Brasil tinha um esquadrão até hoje considerado o melhor time de futebol da história. Alguns dos integrantes? Pelé, Tostão, Rivellino e Gérson. A seleção ganhou todos os 6 jogos da competição, com uma média de 3,1 gols feitos por jogo e apenas 1,1 tomado. Nosso artilheiro foi Jairzinho, com 7 gols.

ESQUADRÃO 2.0 (1982)

A derrota do Brasil na Copa de 1982 foi uma das grandes zebras da história do futebol, porque tínhamos um time sensacional. Nosso meio-campo era composto por ninguém menos do que Sócrates, Zico, Toninho Cerezo e Falcão. Tá fraco? Só que fomos eliminados pelo Itália num dia iluminado de Paolo Rossi, que fez 3 gols no jogo.

ROMÁRIO (1994)

O Brasil conquistou o tetra em 1994, nos Estados Unidos, com uma campanha cheia da raça. Ganhamos as oitavas, quartas e semi por apenas um gol de diferença; e empatamos na final, levando o título nos pênaltis. Romário foi o nosso destaque, com 5 gols na competição, muito deles em momentos decisivos.

RONALDO (2002)

O Fenômeno foi nosso destaque nas Copas de 1998 e 2002. Infelizmente na primeira, ele teve uma convulsão antes da final e não participou do jogo. A França acabou vencendo por 3×0, comandada pelo maestro Zidane. Mas em 2002 Ronaldo deu a volta por cima, atingindo a artilharia da competição com 8 gols, incluindo 2 na final contra a Alemanha.