A dupla da Mercedes está dando um show à parte

Quem vai levar a Fórmula 1 deste ano?

Pedro Nogueira
Pedro Nogueira Editor-Chefe

Dentro da Fórmula 1, o piloto britânico Lewis Hamilton é o cara do momento: ele venceu nada menos do que 3 das 4 corridas do mundial até agora, além de cravar três pole positions também.

Mas você acha que ele está satisfeito com o desempenho de sua Mercedes? Não.

Hamilton revelou, nos últimos dias, que o seu carro ainda não está 100% e espera algumas alterações — entre elas no nível da aerodinâmica — para deixá-lo ainda mais rápido.

“Não estamos confortáveis”, disse. “Temos mais trabalho para fazer. A Red Bull é muito, muito rápida, o que me diz que talvez tenham um pouco mais de downforce do que nós. Penso que conseguimos fazer melhor.”

O grande inimigo de Hamilton, no entanto, não é a RBR neste momento — e sim o seu colega de Mercedes, Nico Rosberg, que está dando um show de pilotagem também.

Por sinal, o alemão que está liderando a classificação, ficando 1 vez em primeiro lugar e 3 vezes em segundo.

Já o presidente executivo da Mercedes, Niki Lauda, apesar de querer que os seus dois pilotos continuem na liderança do campeonato, espera que outras equipes melhorem.

Para Lauda, ter outra equipe brigando pelo título deixaria as corridas mais emocionantes para os fãs do automobilismo.

“Não queremos ganhar todas as corridas”, disse. “Não seria bom para a Fórmula 1. O que está acontecendo é o resultado de muitos meses de trabalho, particularmente com o motor turbo. Mas sabemos que esta não é uma situação normal e os nossos adversários vão ficar mais fortes.”

A tabela neste momento é liderada por Rosberg com 79 pontos, que nas apostas da bet365 é um dos favoritos a vencer o título mundial, seguido por Hamilton (75 pontos) e o espanhol Fernando Alonso (41 pontos) da Ferrari.

Já o tetracampeão Sebastian Vettel, da RBR, que não teve um bom início de temporada, ocupa o quinto lugar com 33 pontos.

No Mundial de Construtores, por sua vez, a liderança pertence à Mercedes que soma até ao momento 154 pontos, com a RBR em segundo (57 pontos) e a surpreendente Force India em terceiro (54 pontos).

A próxima etapa, no entanto, pode ajudar Alonso a se aproximar dos pilotos da Mercedes — pois a corrida será em sua pátria e ele terá a torcida ao seu lado. O Grande Prêmio da Espanha irá realizar-se em Barcelona, no circuito da Catalunha, ente os dias 9 e 11 de maio.

Então nos diga: quem você acha que vencerá a Fórmula 1 em 2014?

[poll id=”65″]