Tênis branco: os 8 mais estilosos para comprar

O tênis branco é um dos maiores coringas do armário masculino. Ele é simples, estiloso e muito versátil. Dá para combiná-lo com qualquer modelo de calça jeans, chino, jogger — e até mesmo calça de alfaiataria, se você quiser. Isso sem contar as bermudas. Ou seja? Seu armário não estará completo sem um tênis branco. Por isso hoje reunimos os Top 8 modelos que te deixarão no estilo nas mais diversas as ocasiões.

— OS ESSENCIAIS —

Antes de seguir em frente, uma observação importante. Quanto mais minimalista for o modelo, mais versátil ele será. Então dividimos a nossa lista em duas partes. Primeiro, temos os essenciais. Sugerimos que algum deles seja a sua primeira compra. Depois, quando você quiser expandir seus horizontes, pode comprar um complementar. Em geral eles têm um design mais carregado e possibilidades menos flexíveis, como você perceberá em breve.

1# Adidas Stan Smith (R$ 349,99)

Vamos começar pelo maior entre todos os clássicos: o Adidas Stan Smith. Ele fez fama nas quadras de tênis nos anos 1970 e virou novamente um fenômeno mundial nos últimos tempos, quando a febre do tênis branco estourou. Sua versão tradicional traz detalhes em verde na parte de trás. Mas há opções em preto, azul, tudo branco e várias outras. É uma aposta infalível.

2# Nike Court Royale (R$ 154,99)

A Nike também tem um tênis branco que busca inspiração das quadras de tênis: o Court Royale, com seu visual vintage. Ele é uma excelente opção para quem não está querendo gastar tanto num Stan Smith, porque é mais barato e muito bonito também.

3# Adidas Advantage Vs Clean (R$ 155,19)

A própria Adidas possui uma alternativa estilosa — e mais barata — em relação ao Stan Smith. Estamos falando do Advantage Vs Clean, que é um dos best-sellers da marca com seu design minimalista. Super recomendamos.

— OS COMPLEMENTARES —

Agora que demos as nossas sugestões de primeira compra, bora olhar outros modelos que podem agregar ao seu armário no futuro. Uma observação: por serem menos minimalistas, eles oferecem uma menor versatilidade. Então com jeans continua funcionando bem, mas você já precisa ser mais seletivo na hora de combinar com uma calça de sarja. E alfaiataria? Melhor não arriscar.

4#  Converse All Star Chuck Taylor (R$ 159,99)

O All Star Chuck Taylor, da Converse, é um tênis centenário que, até hoje, continua bastante atual. Ao contrário dos modelos essenciais de nossa lista, ele não é de couro e, sim, de tecido. Além disso traz alguns detalhes mais chamativos. Por isso o All Star é um pouco menos versátil, mas continua sendo uma boa opção. Aposte na versão de cano alto, com detalhes vermelhos. É um ícone.

5# Reebok Classic Leather (R$ 249,99)

O Reebok Classic Leather não poderia faltar em nossa lista . Ele foi lançado originalmente há mais de 35 anos e ganhou uma atualização recentemente pela marca. Lindo? Sim. Minimalista? Nem tanto. Se você já tem um Stan Smith, um Court Royale ou um Advantage vs Clean no seu armário, ele pode ser uma excelente alternativa para a rotação de calçados. Mas nós não o recomendamos para a primeira compra.

6# Adidas Superstar (R$ 379,99)

A mesma opinião vale para o Adidas Superstar, lançado originalmente em 1969. Ele é um clássico indiscutível. Mas por trazer as listras da Adidas em preto, acaba sendo mais chamativo do que o Stan Smith, o que diminui a sua flexibilidade na hora de combinar com a roupa.

7# New Balance 247 (R$ 379,90)

Assim como a Reebok, a New Balance também conhecida por ter um design mais carregado, digamos assim. Repare como as costuras do tênis ficam aparentes e há outras tonalidades no conjunto. Mas isso não tira o estilo do 247, que é um sucesso internacional. E ele tem o benefício de ser maravilhosamente confortável.

8# Nike Air Max 90 (R$ 449,90)

Para finalizar a nossa lista, nada melhor do que um fenômeno dos anos 1990 que voltou com tudo recentemente: o Nike Air Max 90. Uma das suas características mais marcantes é o amortecedor externo. Interessante para usar com calça jogger ou looks casuais de jeans. Mas sua esportividade limita bastante o uso além disso.

VÍDEO EM DESTAQUE