10 vinhos bons e baratos para ter em casa

Algumas coisas são essenciais na casa de um homem. Entre elas, certamente está uma boa garrafa de vinho, para abrir sempre que você receber uma visita para o jantar.

Quando a visita é de uma mulher, então, isso é ainda mais importante.

Nada melhor do que abrir um vinho à meia luz, colocar um som ambiente agradável, preparar aquele prato que é sua especialidade — e desfrutar do momento com ela, já se preparando para o que vem depois.

A questão é qual vinho comprar?

Pegar um aleatório no supermercado é arriscado, pois você pode ter uma surpresa desagradável ao abrir a garrafa. Escolher uma marca muito famosa também pode ser um problema por causa do preço.

Mas fiquem tranquilos, senhores, porque o EL HOMBRE está aqui para ajudar.

Em parceria com a SONOMA, um e-commerce especializado em curadoria de vinhos, selecionamos 10 rótulos bons e baratos para você ter em casa.

Uma coisa legal da SONOMA é que, além da imensa variedade de vinhos, eles oferecem entrega em até 90 minutos para quem mora na grande São Paulo. Ou seja, você marcou um jantar de última hora? Problema resolvido!

A seleção ficou bem eclética, com rótulos de diversos países e várias opções de uva. Todos custam menos de R$ 60. Vamos lá?

DOMAINE DES POURTHIÉ CABERNET SAUVIGNON 2015

  • País: França
  • Uva: Cabernet Sauvignon
  • Preço: R$ 59,90

O Languedoc, na França, tem um solo que é uma verdadeira colcha de retalhos, além disso tem altitudes variáveis, desde baixa, a bem alta. E tem o clima, que varia de acordo com a exposição solar. Pra resumir, há em cada canto do Languedoc um terroir para uma uva diferente.

Este é o caso da Cabernet Sauvignon, cultivado perto de Montpellier, pela Domaine des Pourthié. A safra de 2015 foi generosa, deu frutos maduros e abundantes, o que permitiu uma poda criteriosa e que preservou os melhores cachos.

O Domaine des Pourthié Cabernet Sauvignon 2015 é pura groselha e licor de cereja no olfato. Tem sabor encorpado, taninos e fruta que lembram um Bordeaux Supérieur. Apesar da juventude está ótimo para beber e pode ser envelhecido na adega por mais 3-4 anos. Um belo Cabernet do Mediterrâneo!

VIÑA DE AGUIRRE “18” CARMÉNÈRE 2016

  • País: Chile
  • Uva: Carménère
  • Preço: R$ 39,90

O Carménère Viña de Aguirre é um desses vinhos perfeitos para o dia a dia que sempre precisamos encontrar. Rubi claro, brilhante, na taça nos mostrou suas qualidades: leve, frutado, com aroma de compota de fruta vermelha.

Um vinho perfeito para abastecer a adega com uma dúzia e ir bebendo ao longo do ano. Seu estilo leve é indicado para harmonizar pizzas, sanduíches, frango grelhado, berinjela ao forno e até mesmo um peixe com legumes.

VIÑA VENTISQUERO CLASICO CARMÉNÈRE 2016

  • País: Chile
  • Uva: Carmenere
  • Preço: R$ 39,90

A Carménere começou a aparecer no Brasil por volta de 1995, antes disso, era confundida com a Merlot, e seus vinhos eram vendidos misturados.

Depois que vários especialistas examinaram melhor, chegaram a conclusão que a estranha Merlot era, na verdade, a “extinta” Carménere de Bordeaux. Passaram a separar os vinhedos e a produzir vinhos puros com ela, caso único no mundo.

Resultado? A Carménère encantou a todos com seus sabor fácil de fruta negra, aroma de ervas frescas e licor de amoras.

O Ventisquero Clasico segue essa tradição e oferece um vinho confeitado, cheio de bala de hortelã com amora madura. Uma delícia que acompanha bem nosso tradicional churrasco, as pizzas fartas e a tradicional macarronada.

COEUR DE VERDET BORDEAUX 2012

  • País: França
  • Uva: Merlot e Cabernet Sauvignon
  • Preço: R$ 39,90

A grande fama de Bordeaux vem da consistência do blend de seus vinhos, o segredo está na mistura das uvas que suportam uma as outras completando o equilíbrio. Por exemplo, a Merlot entrega fruta e maciez, enquanto a Cabernet dá corpo, estrutura e potencial de envelhecimento. Juntas, essas uvas se complementam e geram um sabor delicioso.

Assim é o Coeur de Verdet, da safra 2012, um Bordeaux bem gostoso, resultado do blend de Merlot com Cabernet Sauvignon com 6 meses de envelhecimento em barricas.

Na taça o vinho se mostra rubi claro com aroma de pimenta seca, tabaco suave e fruta madura. Os aromas se confirmam no palato envolvidos em taninos macios e quase imperceptíveis. Ideal para galeto grelhado, atum selado, pizzas e até mesmo a macarronada de domingo da mama.

SALTON RESERVA PRIVADA “INTENSO” MERLOT 2013

  • País: Brasil
  • Uva: Merlot
  • Preço: R$ 49,90

A Salton é uma das maiores empresas de vinhos do Brasil. Especialista em espumantes, também dedica uma parte de seus enólogos para a pesquisa e produção de pequenos lotes experimentais e para a elaboração de vinhos autorais.

A linha Intenso tem essa característica. Nasceu na Campanha Gaúcha, na fronteira com Uruguai, e é um dos vinhos mais interessantes hoje em sua faixa no mercado.

O Merlot Intenso nos surpreendeu. Logo que chegou na taça começou a expandir seus aromas deliciosos de fruta escura madura, cacau e baunilha na medida, resultados dos 6 meses em barricas pequenas de 225 litros. Um vinho carnudo, com taninos aveludados típicos da Merlot.

FOXBROOK SYRAH 2015

  • País: Estados Unidos
  • Uva: Syrah
  • Preço: R$ 59,90

A uva Syrah, nativa do Rhône, suporta bem clima ameno e clima quente, mas não muito quente. Para quem já bebeu e gostou de um bom Syrah do Colchagua, essa é uma grande oportunidade de provar o estilo de Sonoma Valley.

O clima quente moderado da costa da norte da Califórnia rendeu um Syrah maduro, de corpo médio, bastante fruta jovial, com aroma de especiarias doces (anis, cardamomo, erva doce) e uma ponta de pimenta seca.

A boca tem peso, densidade, fruta generosa. Perfeito para grelhados com molho barbecue, carne de cordeiro, hambúrguer de cogumelos. Ideal no copo largo.

BODEGAS VOLVER VENTA MORALES TEMPRANILLO 2016

  • País: Espanha
  • Uva: Tempranillo
  • Preço: R$ 49,90

Quem já provou os vinhos de Castilla e de La Mancha sabe da reputação dos vinhos de lá. A província é enorme, fica bem no meio da Espanha, e a vitivinicultura está tão arraigada na região que 50% de sua superfície é composta por vinhedos!

A Tempranillo deste vinho vem de diferentes áreas, todas de solos quentes, secos, avermelhados, daqueles tão pouco nutritivos que tem videiras com um ou dois cachos apenas!

O resultado disso tudo é uma uva bem amadurecida, que gera vinhos maduros, frutados, de paladar agradável, levemente amadeirado e fácil. Delicioso para harmonizar com grelhados, pizzas, massas ao molho cremoso.

Está jovem, pronto para beber, e vai evoluir bem pelos próximos 2-3 anos. Perfeito para ter uma caixa na adega e ir bebendo ao longo do ano.

QUEREU MERLOT 2015

  • País: Chile
  • Uva: Merlot
  • Preço: R$ 59,90

Até 1994, a Carménère era confundida em meio a vinhedos de Merlot no Chile. Ao provar um 100% Merlot, como este, é fácil entender por que isso acontecia…

Apesar de ter um pouco mais de fruta do que normalmente a Carménère traz em seus vinhos, ele é bastante herbáceo e mineral e se passaria facilmente por um às cegas. No nariz, parece um bosque – cerejas, framboesas e amoras quase maduras com folhas, caules e arbustos plantados em chão pedregoso.

De corpo médio, acidez equilibrada e taninos finos e delicados, é daqueles vinhos que não pedem por comida para acompanhar. Um tinto perfeito para refrescar no verão (inclusive, sugerimos servir um pouco abaixo da temperatura).

 

CHÂTEAU MAROTTE TAPIS BORDEAUX ROUGE 2015

  • País: França
  • Uva: Merlot, Cabernet Franc e Cabernet Sauvignon
  • Preço: R$ 59,90

O Chateau Benauge tem uma vista imponente no topo da colina de Arbis, entre Cadillac e Targon. Sua posição estratégica deu um papel crucial na Idade Média e ainda é uma das mais belas fortalezas medievais da região.

A primeira torre foi construída no século 11 pelo visconde Benauge, em nome do Duque Jean I, de Grailly, senhor da Gasconha e do reino de Jerusalém.

No rótulo frontal da garrafa, observe a denominação Haut Benauge, uma appellation não muito conhecida, e aí está a sua beleza. Encontra-se diretamente nos domínios do rio Garonne, em Graves num terreno alto com excelente drenagem e exposição solar.

Quando chegou na taça concordamos ser um Bordeaux potente. De fato. A coloração estava escura, bem carmim, com aroma compacto de fruta madura negra, licor de casis, tosta de barrica.

O sabor mostrou taninos densos, que pede mais 3 anos de adega, no mínimo. Ideal deixar uma hora no decanter antes de degustar. Depois de uns minutos o sabor se abre em baunilha de carvalho, ameixa fresca, mirtilos.

Sem dúvida um Bordeaux do terroir do sul da denominação, onde calcário e argila ferrosa dá ao vinho mais estrutura.

Ideal para acompanhar pato assado, galinhada, queijos duros ou azuis.

BODEGAS NARANJO “LAHAR DE CALATRAVA” TEMPRANILLO

  • País: Espanha
  • Uva: Tempranillo
  • Preço: R$ 59,90

Elaborado no centro da Espanha, na altitude de 700 metros, em clima continental, o Lahar de Calatrava é um Tempranillo de La Mancha, mas nada tem a ver com o estilo encorpado e escuro dos vinhos de lá, este exemplar está mais para um Rioja Crianza.

O vermelho vivo atraente com lágrimas densas que marca sua juventude. No olfato entrega muita fruta madura com complexidade que vem das barricas de carvalho e das vinhas com mais de 50 anos. Incrivelmente semelhante a um bom Rioja.

Em boca tem força, mas não é pesado, com taninos maduros e sabores de coco queimado, caramelo escuro, especiarias doces, muito bem marcado pelo carvalho americano.

Excelentes taninos, macio, de uma safra bem madura, para beber agora ou por mais 3-4 anos.

VÍDEO EM DESTAQUE