5 erros clássicos de corredores iniciantes

Antes de mais nada, é importante ressaltar que o treinamento aeróbio não serve somente para gastar calorias com o objetivo de emagrecer, mas, antes de qualquer coisa, é fundamental para a saúde cardiovascular. Esses exercícios devem ser utilizados em menor ou maior quantidade em qualquer programa de treinamento com o intuito de elevar a capacidade cardiorrespiratória e recuperativa do indivíduo.

Os maiores erros cometidos nos exercícios de corrida acontecem por conta de desatenções ou caprichos básicos. Por isso, resolvi listar alguns equívocos que observamos muito em iniciantes para você ficar esperto.

1# Correr todos os dias

Esse raciocínio, na verdade, vale para qualquer tipo de modalidade esportiva: você não deve pensar em treinar todos os dias. O treinamento nada mais é que um estímulo e é necessário tempo para a recuperação muscular acontecer.

2# Treinar com alta intensidade

Você não deve começar dando tiros de 100 metros ou realizando corridas intervaladas de 20 segundos somente porque ouviu que treinamento de alta intensidade gasta mais calorias. Isso é verdade – mas também é verdade que você precisa aprender a correr antes de tudo.

3# Treinar com alto volume

E também não deve começar fazendo um volume de treinamento aeróbio gigante. É comum as pessoas imaginarem que se não correr por 1 hora o trabalho não vale de nada ou que é preciso no mínimo 30 minutos de exercício para começar a queimar gordura. Mas isso é tudo bobagem. Seja qual for o volume da corrida você queimará gordura.

Sim, procure acumular 150 minutos semanais. É uma forma de garantir os benefícios cardiovasculares citados no início do texto. Mas nada impede que você comece com 15-20 minutos por treino.

4# Realizar diferentes treinos no mesmo dia

Não é porquê você reservou um dia para treino de corrida que precisa realizar todos os estímulos possíveis (como dar tiros de 50, 100 e 200 metros, realizar treinamento de agilidade e correr meia maratona) no mesmo momento.

Procure reduzir seu tempo para no máximo 60 ou 90 minutos por treino, dessa forma você conseguirá manter uma intensidade e qualidade de movimentos elevada. E, se possível, lembre-se de se planejar adequadamente para não entrar em excesso de treinamento.

5# Acreditar que seu treino é melhor

É comum acreditar que seu modo de treinar é o adequado. Ter confiança em seu treinamento é importante – tanto quanto humildade de aprender com os outros. Por isso, se você, por exemplo, melhorou muito correndo devagar e constantemente, não deixe de praticar esse método, mas também tente incluir em sua rotina outros estímulos como corridas intervaladas, intensas e em outros terrenos.