fbpx
livros para ler no halloween

7 livros maravilhosos (e aterrorizantes) para ler nesse Halloween

O que pode ser melhor do que um livro? Às vezes, um livro de terror. Mais especificamente, um livro de terror lido em meio ao Halloween, a época ideal para se confrontar, literariamente falando, com os monstros, os vampiros ou os psicopatas que permearam as imaginações tanto dos gênios que os criaram quanto de uma legião de fãs e leitores posteriores. Hoje, buscamos listar 10 livros incríveis que tornarão o seu Halloween bem mais fascinante.

… E mais aterrorizante, é claro.

1# FRANKENSTEIN, MARY SHELLEY

Publicado em: 1818

Número de páginas: 304

Se o que você busca é um livro curto, mas que ainda assim é uma presença poderosa e única na literatura de terror, Frankenstein é a obra certa para você. Nele, um jovem cientista genebrês de família abastada e mente inquieta se dedica a um projeto que visa a reanimar, ou a reviver, os mortos, utilizando para isso fragmentos de cadáveres que coleta em cemitérios. O projeto prospera, e Victor Frankenstein – o cientista – dá origem a um ser. Mas, bem, pode-se dizer também que o projeto falha, porque este ser é horrendo e as suas feições assustam o próprio criador. Abandonando a sua criação e voltando apressadamente para o seu lar na Suíça, onde o esperam seu pai, irmão e noiva, Victor Frankenstein não imagina que a história está muito longe de acabar, e que será objeto de uma vingança implacável por parte daquele a quem deu origem, mas a quem deixou à própria sorte.

2# DRÁCULA, BRAM STOKER

Publicado em: 1897

Número de páginas: 368

Não, Drácula não foi o primeiro entre os livros sobre vampiros. Mas isso importa? Provavelmente não, quando se leva em conta que foi o mais popular por muito tempo. (Poxa, Crepúsculo, por que você chegou e tirou toda a graça desses seres encantadoramente perversos?). Mesmo que não tenha lido esse clássico da literatura, é provável que já tenha assistido a alguma de suas muitas adaptações e que saiba mais ou menos do que se trata: de um conde vampiresco proveniente da Transilvânia que vai para a Inglaterra e deixa um rastro de vítimas. Se o que você deseja é sangue e horror, mas narrados de modo sofisticado, Drácula é a escolha certa.

3# O MÉDICO E O MONSTRO, ROBERT LOUIS STEVENSON

Publicado em: 1886

Número de páginas: 96

Tendo dado origem a músicas, musicais, filmes e até termos psicológicos, O Médico e o Monstro, também conhecido como O Estranho Caso de Dr. Jekyll e do Sr. Hyde, é um dos mais influentes livros dessa lista. Nele, Mr. Utterson, um advogado frio e lacônico, mas generoso e possuidor de um senso ético de dar inveja, investiga estranhas ocorrências e um assassinato perpetrado por um homem nomeado Mr. Hyde, que aparenta ter uma estranha conexão com um de seus amigos, o médico Dr. Henry Jekyll. Um livro curto e eletrizante, que lida com questões muito complexas da psicologia humana, a sua única desvantagem é a de que a sua história se tornou tão conhecida que todos já sabemos o seu desfecho antes de ler, ao passo que, quando Robert Louis Stevenson a publicou, a intenção era que funcionasse mais como um romance policial. Mas, com ou sem a consciência do que acontece nas páginas finais, é certo que este é um dos melhores livros para se agarrar nessa data comemorativa.

4# SEMPRE VIVEMOS NO CASTELO, SHIRLEY JACKSON

livros halloween

Publicado em: 1962

Número de páginas: 152

Depois de A Maldição da Casa Hill, a escritora americana Shirley Jackson ganhou fama (e, por consequência, uma série de traduções) no Brasil. Muito merecidamente, diga-se de passagem, porque em termos de terror Jackson é uma das escritoras mais talentosas com as quais já me deparei. Escolhemos aqui recomendar outro de seus livros, que eu considero o melhor, e que foi adaptado para os cinemas há pouco mais de dois anos: Sempre Vivemos no Castelo. Merricat, a narradora, é uma adolescente excêntrica com gostos nada comuns – “Eu não gosto de me lavar, de cachorros e de ruídos. Eu gosto de minha irmã Constance, de Ricardo Plantageneta e de Amanita phalloides, os cogumelos venenosos” – que vive com a irmã e com o tio enfermo em um castelo. Os outros quatro membros da família foram envenenados há seis anos, tendo comido amoras batizadas com açúcar repleto de arsênico. Constance, o tio e Merricat são os únicos sobreviventes, e a primeira – que comia amores sem açúcar – é ostracizada por toda a vizinhança como a provável assassina. E nós, leitores, poderemos descobrir a verdade através da chegada de um primo distante, que arrisca atrapalhar a harmonia familiar.

5# ENTREVISTA COM O VAMPIRO, ANNE RICE

Publicado em: 1976

Números de páginas: 320

Definição oferecida pela autora desse texto: “Drácula, mas com um protagonista que lamenta a vida constantemente e derrama lágrimas por todas as páginas”. Brincadeiras à parte, temos em Entrevista com o Vampiro um take mais moderno, mas ainda sanguinolento e extremamente bem escrito, dos, er, dramas da vida vampiresca. No começo do livro, ambientado na cidade de Nova Orleans no ano de 1791, temos um jovem colono francês endinheirado que é, bem, mordido por um vampiro de quem se torna companheiro. O problema? Louis, o novo vampiro da cidade, odeia a vida que Lestat de Lioncourt, o vampiro amoral e debochado que o tomou por companheiro e patrocinador, escolheu para ele. E, é claro, ele odeia o próprio Lestat. No momento em que ambos tomam uma terceira companheira, uma menininha cuja mãe acaba de morrer em meio a uma epidemia, fica evidente que as coisas nunca poderão voltar a ser o que eram antes, culminando em uma cadeia de acontecimentos intensos, trágicos, e bastante surpreendentes. E faça-nos o favor: assista também a adaptação de 1991, com Tom Cruise e Brad Pitt nos papéis principais.

6# CARRIE, A ESTRANHA, STEPHEN KING

livros halloween

Publicado em: 1974

Número de páginas: 200

Você já praticou bullying? Se a resposta for positiva, torça para que a pessoa a quem as suas maldades se destinaram não possua o dom da telecinesia, como Carrie White, a protagonista do primeiro romance publicado pelo ícone do terror Stephen King. Em Carrie, confrontamo-nos com uma jovem desajustada e infeliz, vítima não apenas da mãe, uma religiosa que pratica abusos hediondos contra a filha, mas também de praticamente todos os seus colegas de sala, os quais a maltratam constantemente. Se você curte dramas com um teor justiceiro, nos quais o underdog se revela mais poderoso do que os seus opressores e se vinga deles com requintes de crueldade, Carrie (que, aliás, foi adaptado para o cinema duas vezes, sendo a adaptação de 1976 a melhor) é o livro certo para você.

7# E NÃO SOBROU NENHUM, AGATHA CHRISTIE

livros halloween

Publicado em: 1939

Número de páginas: 400

Elementos sobrenaturais não são necessários para aquele sentimento de terror, e esse livro é uma prova disso. Afinal, acho que estar na mesma sala que o Conde Drácula pode ser menos assustador do que estar preso em uma ilha com nove perfeitos estranhos, todos culpados do crime de assassinato em algum momento de suas vidas, e todos morrendo, um após o outro, nas mãos de um vingador. Que, aliás, é um dos integrantes desse grupo peculiar. Sim, é esse o enredo – simplificado – de E Não Sobrou Nenhum, considerado o melhor entre os livros da Dama do Crime. E eu, que li todos os mais de cem livros da escritora, ainda o considero, sem sombra de dúvida, o mais incrível e impactante entre eles, e o melhor para se ler nessa data comemorativa tão spooky que é o Halloween.

LEITURAS RECOMENDADAS

Matérias do El Hombre relacionadas ao assunto que você pode se interessar também:

➤ Inscreva-se no canal do El Hombre no YouTube para vídeos diários de estilo, lifestyle e desenvolvimento pessoal.