A diferença entre ser um “homem bonzinho” e um “cavalheiro”

Pedro Nogueira
Pedro Nogueira Editor-Chefe

As mulheres não gostam dos homens muito bonzinhos – e isso é um fato, que inclusive já foi comprovado por um estudo que demos aqui no El Hombre.

Por outro lado, o altruísmo e o cavalheirismo são características que tornam um homem mais atraente para o sexo oposto – e isso também já foi provado pela ciência.

Então temos um mistério no ar. Qual desses estudos está mentindo? Afinal, as mulheres gostam dos homens bonzinhos ou não?

A resposta é “não”. Elas não gostam. O negócio é que existe uma diferença fundamental entre ser “bonzinho” e “cavalheiro” que pode nos confundir.

DIFERENÇA NA MOTIVAÇÃO

O homem bonzinho, em sua essência, é um cara que age de maneira legal por uma carência afetiva. A raiz de suas atitudes é o egoísmo e a insegurança Ele agrada uma mulher (ou qualquer outra pessoa) para ter a sua atenção e afeição.

Até por isso ele é visto como “manipulador” ou “desesperado para agradar”, como o estudo citado anteriormente notou com suas entrevistas. Sua motivação é a recompensa.

Já o homem cavalheiro tem uma motivação altruísta. Ele não compra um sanduíche para um morador de rua porque quer o seu afeto. Faz isso para ajudá-lo, sem esperar retribuição pelo ato.

PRECISAR VS QUERER

E onde mandar flores, por exemplo, se encaixa nessas descrições? Aí vai depender da sua segurança.

Quando o bonzinho manda flores a uma mulher, ele precisa da atenção dela, porque tem aquela carência afetiva que comentamos antes. O bonzinho necessita da sua atenção para se sentir feliz.

Já o cavalheiro quer a atenção dela, porque está seguro emocionalmente. Ele é feliz sem ela, mas acredita que pode ser mais ainda na sua companhia.

As mulheres percebem essa segurança, por isso amam os altruístas – e fogem da companhia dos bonzinhos.

Eu diria que essas duas palavras definem bem a diferença entre o bonzinho e o cavalheiro. Um deles “precisa” fazer coisas legais, o outro “quer” fazê-las. Pode parecer um detalhe, mas existe um mundo de distância entre as duas coisas.

VÍDEOS EM DESTAQUE