Aprenda a sair sozinho e aproveitar sua própria companhia

Vida social é algo que todo ser humano valoriza. Compartilhar uma experiência com outras pessoas (seja indo ao cinema, bar, festa, parque, etc) pode intensificar o momento, tornando-o mais interessante, memorável e divertido. Mas aprender a sair sozinho é muito importante.

Não é raro passar por aquelas situações em que não encontramos alguém para ir junto a um lugar no qual estamos interessados. Nesta hora, muitos preferem deixar a oportunidade passar. Afinal, é mais fácil empurrar o passeio para uma próxima ocasião do que ir sozinho. Mas por que fazemos isso?

ESQUEÇA AS CRENÇAS LIMITADORAS

sair sozinho

A ideia de sair sozinho costuma assustar as pessoas. Em grande parte, pela insegurança de aparentar ser antissocial, pois muitos veem isso como um símbolo de solidão. Porém, essa é uma experiência que todo homem deveria vivenciar mais, para aprender a aproveitar a sua própria companhia.

Em primeiro lugar, vamos desmistificar um dos maiores medos das pessoas, ok? O julgamento alheio. Relaxa, cavalheiro. Ninguém vai ficar te julgando. Assim como você, as pessoas estão lá com um propósito. No cinema? Para assistir ao filme. No restaurante? Para comer. No parque? Para passear. E assim por diante.

Não faz diferença para ninguém se você está acompanhado ou não. As pessoas estão ocupadas demais vivendo suas próprias vidas para julgar você. E se alguém julgar, aliás, qual é a diferença? Você vai ligar para a opinião de uma pessoa que, em vez de aproveitar sua vida, prefere ficar observando a dos outros?

O QUE SAIR SOZINHO TE ENSINA

sair sozinho

Sair sozinho permite a um homem se conhecer melhor, se aceitar mais, encontrar paz com seus pensamentos. Afinal, não há outra pessoa junto para jogar papo fora e se distrair. Você também fica mais confiante, pois percebe que está no comando da sua própria vida e não precisa dos outros para fazer o que tem vontade.

A felicidade na vida não parte unicamente da companhia das demais pessoas. É necessário aprender a se fazer feliz sem depender dos outros. Por isso afirmo, senhores: sair sozinho não é algo deprimente e, sim, libertador. Explorar o que a vida oferece nos torna mais fortes, independentemente se há outros envolvidos ou não.

Claro que nada dispensa uma boa companhia. Mas se você não achar alguém interessado em te acompanhar, não há motivos para deixar de ir.

VÍDEO EM DESTAQUE: