Virgin Hyperloop

Como será viajar em 2030 na Virgin Hyperloop, cuja velocidade ligaria SP e RJ em menos de 30 minutos

Já imaginou fazer uma viagem para outra cidade dentro de uma cápsula, que pode chegar a uma velocidade de 1.100km/h? E ainda mais, sem emissão de carbono? Parece coisa de cinema, mas essa é a experiência que a Virgin Hyperloop quer proporcionar para os viajantes a partir de 2030. Uma viagem de trem ultrarrápido e totalmente seguro. Fique por dentro desta super novidade que pode mudar a forma de viajar e se locomover nos próximos anos.

O PROJETO DA VIRGIN HYPERLOOP

A ideia do projeto é justamente trazer um novo meio de transporte para a população. Fugindo do visual de um futuro distópico, onde sempre são encontradas cores mais escuras e telas por toda parte, a Virgin Hyperloop pretende passar uma visão mais otimista para o futuro do transporte em massa. Inclusive, o foco é proporcionar uma experiência mais leve, rápida e segura aos usuários.

Segundo a empresa, um pilar fundamental da experiência do passageiro na Virgin Hyperloop é a acessibilidade. Com isso, seu objetivo também é garantir que esta nova forma de transporte se expanda e possa ser utilizada pelo maior número de pessoas. Embora os preços das passagens variem dependendo da rota exata. Um estudo realizado em Ohio descobriu que as tarifas seriam mais semelhantes ao custo de dirigir, em vez de voar (com uma perspectiva a partir da realidade dos EUA).

Hyperloop
O projeto que mostra o trajeto das cápsulas pelos chamados “canos”, integrando o visual da cidade

COMO VAI FUNCIONAR O SERVIÇO?

As estações terão um visual elegante e design minimalista com cores claras. Já as cápsulas vão dentro de tubos de vácuo que transportam em média de 28 passageiros em alta velocidade, com conforto e agilidade. A empresa pretende que diversas dessas cápsulas sejam conduzidas magneticamente por tubos perfeitamente integrados à paisagem das cidades. Transportando milhares de pessoas por dia – como um conjunto de vagões de um trem – só que com a vantagem de que esses “vagões” poderiam se dispersar para encontrar seu destino. Dentro de cada cápsula, há cadeiras no estilo classe executiva e tecnologia para carregamento de smartphones sem fio. Além disso, os veículos teriam painéis integrados às poltronas para exibir informações sobre tempo de viagem, entre outros avisos. O projeto conta com a ideia de que também será possível embarcar ao ar livre, dependendo de acordo com a localização.

Virgin Hyperloop
Vista aérea do projeto, mostrando a estação da Virgin Hyperloop

QUAL A PREVISÃO DE INAUGURAÇÃO?

A previsão é de que o primeiro sistema da Virgen Hyperloop só esteja completo em 2030. O transporte deve chegar primeiro a regiões como Washington, Missouri, Carolina do Norte, Ohio e Texas, nos EUA. Mas há discussões para que a primeira fase também seja implementada em partes da Europa e na Índia.

O PRIMEIRO TESTE COM PASSAGEIROS REAIS

Em novembro do ano passado foi realizado o primeiro teste da Virgin Hyperloop. Transportou dois passageiros da própria empresa por uma distância de 500 metros em apenas 15 segundos, atingindo uma velocidade equivalente a 172 km/h. Após este primeiro teste bem-sucedido do sistema transportando humanos, o projeto ganhou um vídeo conceito, apresentando em detalhes o novo transporte.

Virgin Hyperloop
A pista de teste de Virgin Hyperloop no deserto em Nevada

O vídeo mostra os planos da empresa para o projeto baseado no conceito proposto por Elon Musk há alguns anos, assista: