fbpx

Esse vídeo mostra como Curry alcançou o que nem Jordan conseguiu

Thiago Sievers
Thiago Sievers Head de Parcerias

O mundo do basquete tem um novo rei: Stephen Curry. E não é de hoje, na verdade. O armador do Golden State Warrios vem jogando o fino há duas temporadas, sendo que deu o título à sua equipe em 2014-15.

Recentemente a estrela do GSW faturou novamente o prêmio de MVP (jogador mais valiosoda temporada). Só que dessa vez o feito teve um gosto diferente: a escolha por Curry foi unânime, coisa que nunca aconteceu na história. Nem mesmo Michael Jordan conseguiu isso.

E LeBron James? Bem, o cara ainda está voando em quadra. Mas ele mesmo reconhece que Curry está num melhor momento — apesar de fazer questão de destacar: “Mas quando você fala sobre o jogador mais valioso, precisamos ter uma outra conversa”.

Curry não conseguiu o feito por acaso, claro. O armador está liderando a equipe em uma das campanhas mais fantásticas dos últimos tempos da NBA. Os caras têm batido recordes atrás de recordes.

O maior deles é a da melhor campanha de todos os tempos da temporada regular: 73 vitórias e 9 derrotas, superando os números do lendário time do Chicago Bulls de 1995-96, que tinha Michael Jordan, Dennis Rodman e Scottie Pippen no elenco.

ste

Curry é especialista em arremessos de três. Nas duas últimas temporadas regulares quebrou o recorde de acertos nessa zona: 286 em 2014-15 e 402 em 2015-16. Para você ter uma ideia, nesses dois anos ele superou os números de cestas de três que Larry Bird e Michael Jordan fizeram durante suas carreiras inteiras.

E se ficássemos aqui mencionando todos os recordes quebrados por Curry e companhia passaríamos o dia inteiro. Até porquê americano cria recorde para tudo. Ô povo que gosta de recordes.

Mas não é preciso apelas para isso. A NBA publicou recentemente um vídeo espetacular de Stephen Curry em seus momentos de genialidade. Essas imagens explicam de forma muito mais efetiva do que os números a sua grandeza.

8 minutos é muito? Você nem verá passar. Sério!

Eis como ele conseguiu o que nenhum outro jogador da história do basquete conseguiu: