O Cruzeiro ainda é amplamente favorito ao título?

Thiago Sievers
Thiago Sievers Head de Parcerias

Há algumas rodadas quase todos cravavam com segurança: o título do Campeonato Brasileiro já está bem acomodado no lado azul de Minas Gerais. O Cruzeiro ia caminhando com segurança pelo campeonato, aumentando a cada rodada sua distância para o segundo colocado.

Na 17ª rodada essa distância chegou a ficar em 7 pontos e se manteve até o final do primeiro turno. Com esse acontecimento, o time mineiro registrou a maior distância entre o primeiro e o segundo colocado do Brasileirão ao fim das 19 rodadas iniciais na era dos pontos corridos.

Além disso, a raposa, alcançando os 43 pontos, igualou o melhor turno na história do Brasileiro depois que esse formato foi adotado, recorde que pertencia ao rival Atlético-MG.

Somado a esses fatos, o Cruzeiro estava voando em campo e os rivais não apresentavam um futebol consistente. Nenhum outro clube parecia ameaçar o título azul.

Contudo, o São Paulo cresceu.

Nos últimos 8 jogos o tricolor paulista ganhou 7 e empatou 1. E não apenas isso: o time, comandado pelo tri-campeão brasileiro Muricy Ramalho (06, 07, 08), acertou o jogo dentro de campo.

Os jogadores, que compõem um plantel de muita qualidade, enfim encaixaram o jogo e passaram a mostrar um futebol muito mais de acordo com o potencial que oferecem.

E agora, depois do jogo de domingo no Morumbi, quando o São Paulo superou o Cruzeiro com autoridade por 2 a 0, as coisas pareceram ficar bastante incertas quando falamos de título.

Apenas 4 pontos separam os dois clubes. E parece não haver mais disparidade no futebol apresentado entre as quatro linhas.

Portanto, toda a certeza de outrora caiu para muitos.

Caiu para você também, hombre?

É isso o que queremos saber. Diz aí:

[poll id=”88″]