O que é uma cerveja IPA?

O estilo de cerveja India Pale Ale, ou simplesmente IPA para os íntimos, ficou bem popular nos últimos anos aqui no Brasil — e no mundo também.

Mas, afinal, qual é a diferença de uma IPA para uma cerveja comum?

A resposta é o alto teor de lúpulo, uma flor da família Cannabaceae, prima da cannabis, que proporciona aroma e amargor à bebida.

Outra característica é que, geralmente, elas trazem um teor alcóolico mais elevado. Mas vamos voltar um pouquinho no tempo e entender como a IPA surgiu, ok?

DO REINO UNIDO À ÍNDIA DE NAVIO

A IPA nasceu por uma necessidade comercial do Império Britânico durante o século 18. O clima na Índia era muito quente para fabricar cerveja.

Então um cervejeiro chamado George Hodgson desenvolveu uma receita com um elevado teor de lúpulo — que é um conservante natural — e álcool para aguentar à longa jornada de navio, que durava meses do Reino Unido à colônia indiana.

Mas com o chegada das câmaras refrigeradas, a IPA foi perdendo sua relevância e virou uma coadjuvante no mercado etílico.

Até que, a partir da década de 1970, as cervejarias artesanais americanas fizeram deste estilo de cerveja um sucesso novamente. Essa tendência se intensificou nos anos recentes e desembarcou também no Brasil. Hoje é possível encontrar excelentes IPAs nacionais.

VARIAÇÕES E ESTILOS

Com a crescente popularidade da IPA, era de se imaginar que diferentes estilos surgissem pelo mundo, cada um com características específicas.

American IPA, por exemplo, costuma trazer um leve dulçor e amargor mais moderado — comparada às outras IPAs, mas bem acima das cervejas clássicas — com notas cítricas e frutadas.

Já a English IPA apresenta um sabor mais amargo, seguindo a tradição das velhas IPAs britânicas do século 18, e final bem seco. Possui um aroma mais herbal e terroso.

Aí temos também a Imperial ou Double IPA, uma versão mais extrema da bebida, cujo amargor e teor alcoólico vão lá para o alto.

Há ainda outras variações, como a Black IPA e a New England IPA, mas o mais importante é entender a essência deste tipo cerveja: amarga, aromática e — apesar disso — bastante refrescante.

 

VÍDEOS EM DESTAQUE: