Voto X Veto, o Tinder das eleições

Pedro Cohn
Pedro Cohn Diretor de Negócios

Você já escolheu em quem votar amanhã, caro leitor? Se você ainda está indeciso, há um novo aplicativo que vai te ajudar na decisão: o “Voto x Veto“.

Pelo seu formato, ele foi rapidamente apelidado de “Tinder das eleições” pelas pessoas.

Trata-se de um teste cego, que é ótimo para deixar o preconceito de lado.

As propostas de diferentes candidatos a presidência e governo vão aparecendo na tela, sem mostrar o seu dono. Aí você pode escolher entre “veto” e “voto”.

Depois disso, o aplicativo revela o autor da ideia e, então, uma nova proposta aparece para você julgar. Conforme você avança, o “Voto x Veto” cria um ranking dos candidatos cujas ideias você mais ou menos se identifica.

São mais de 1300 propostas de 11 candidatos à presidência, no total.

Lançado há cerca de um mês, ele teve 120 mil downloads em três plataformas: iOS, Android e Windows Phone.

“Como a maioria dos brasileiros eu não me interessava por política”, disse Walter Júnior, o autor no aplicativo, numa entrevista ao Estadão.

“Depois de entrar na faculdade eu comecei a ter vontade de abrir uma empresa, mas um dia enquanto assistia ao jornal vi uma notícia sobre a taxa Selic e percebi que apesar de estar em uma das melhores faculdades do Brasil, não sabia o que era aquilo.”

Então Walter, de 24 anos, estudante do último ano de engenharia da computação, decidiu criar o app — inspirado no Tinder — para ajudar pessoas como ele a entender mais de política, abandonando suas velhas ideologias partidárias.

E depois das eleições, Walter quer ir além.

Seu plano é lançar outro sistema para acompanharmos os 4 anos do governo de quem for eleito.

Enfim criaram uma maneira divertida de acompanhar política.