fbpx
domingo, maio 26, 2024
InícioEntretenimentoOs 10 melhores livros de fantasia de todos os tempos escritos por mulheres

Os 10 melhores livros de fantasia de todos os tempos escritos por mulheres

No vasto universo literário, as autoras femininas têm tecido narrativas de fantasia que não apenas transportam os leitores para mundos repletos de magia e mistério, mas também iluminam o poder da imaginação. Este artigo se debruça sobre dez dessas obras primas, cada uma criando universos onde o impossível se torna tangível e onde heróis e heroínas enfrentam desafios transcendentes. Mergulharemos nos enredos destes livros, explorando a riqueza e a diversidade de mundos imaginados por vozes femininas que têm marcado a literatura de fantasia.

Mary Poppins, P.L. Travers

Em “Mary Poppins”, de P.L. Travers, somos apresentados a uma babá fora do comum que chega à família Banks de uma maneira tão misteriosa quanto sua natureza. Com sua bolsa que parece conter o impossível e um guarda-chuva que a transporta conforme o vento, Mary Poppins transforma o cotidiano das crianças Banks em uma série de aventuras mágicas. Cada capítulo revela um novo aspecto do seu caráter enigmático e das lições que suas experiências únicas pretendem ensinar, envolvendo os leitores em um mundo onde a fantasia é tão real quanto a vida cotidiana.

Uma Dobra no Tempo, Madeleine L’Engle

“Uma Dobra no Tempo”, de Madeleine L’Engle, narra a jornada extraordinária dos irmãos Murry e seu amigo Calvin O’Keefe através do espaço e do tempo. Ao embarcarem em uma missão para salvar seu pai, um cientista desaparecido, seres celestiais os auxiliam. Estes seres os introduzem ao tesseract, uma dobra no tecido do espaço-tempo. Esta odisseia cósmica desafia suas percepções de realidade, e os confronta com a manifestação física do mal. Para superar a situação, eles devem encontrar força em si mesmos e no amor que compartilham.

O Castelo Animado, Diane Wynne Jones

Diane Wynne Jones, em “O Castelo Animado”, tece a história de Sophie Hatter, a filha mais velha de um chapeleiro, que é amaldiçoada por uma bruxa a viver no corpo de uma idosa. Determinada a buscar uma solução para seu infortúnio, Sophie encontra refúgio no enigmático castelo ambulante do temido mago Howl. Dentro desse castelo, que nunca permanece no mesmo lugar, Sophie embarca em uma jornada de autodescoberta e fantasia. Ela forja amizades improváveis e descobre que o verdadeiro inimigo pode não ser quem parece.

Outlander, Diana Gabaldon

“Outlander”, de Diana Gabaldon, apresenta Claire Randall, uma enfermeira da Segunda Guerra Mundial que inexplicavelmente viaja no tempo para a Escócia do século XVIII. Lá, ela se encontra entre clãs em guerra e é forçada a casar com Jamie Fraser, um jovem guerreiro escocês. O que começa como uma relação de conveniência rapidamente se transforma em uma paixão intensa. Enquanto luta para encontrar um caminho de volta ao seu tempo, Claire é pega nas teias de intrigas e perigos de uma era que não é a sua.

Série Harry Potter, J.K. Rowling

J.K. Rowling cativa leitores de todas as idades com a série “Harry Potter”. Esta segue o jovem Harry enquanto descobre sua identidade como um bruxo e sua admissão em Hogwarts. Lá, faz amigos leais e descobre um mundo onde a fantasia é parte do cotidiano. Mas, é claro, ele também enfrenta o mal que busca destruí-lo. Em sete livros, vemos Harry e seus amigos imersos em um conflito com as forças do mal que testa sua coragem, amizade e poder.

Instrumentos Mortais, Cassandra Clare

Em “Instrumentos Mortais”, de Cassandra Clare, Clary Fray descobre ser descendente de uma linhagem de Caçadores de Sombras, guerreiros dedicados a proteger o mundo humano de demônios. Ao se ver envolvida em um mundo repleto de fadas, vampiros, lobisomens e outras criaturas, Clary embarca em uma jornada para encontrar sua mãe desaparecida, descobrindo poderes que nunca soube que tinha e um legado familiar complexo que a conecta profundamente ao mundo sobrenatural. Acompanhada por Jace, um Caçador de Sombras misterioso e arrogante, e seus amigos leais, Clary luta para manter o equilíbrio entre os mundos humano e sobrenatural, enfrentando ameaças que poderiam destruir ambos.

Os Cem Mil Reinos, N.K. Jemisin

“Os Cem Mil Reinos”, de N.K. Jemisin, nos introduz a Yeine Darr, uma jovem convocada à majestosa cidade flutuante de Sky, onde deuses caminham entre mortais. Como herdeira inesperada ao trono do vasto império de Darr, Yeine se encontra em meio a uma perigosa teia de jogos de poder. Para desvendar o mistério da morte da mãe e garantir sua sobrevivência, ela se alia a deuses escravizados. Estes possuem poderes tão temíveis quanto suas próprias maldições.

Bruxa Akata, Nnedi Okorafor

“Bruxa Akata”, de Nnedi Okorafor, segue a história de Sunny, uma jovem albina nascida nos Estados Unidos, mas que vive na Nigéria. Ela descobre ser uma “Leoparda”, uma pessoa com habilidades mágicas, e se junta a um grupo de estudantes mágicos. Juntos, eles navegam por um mundo visível apenas aos olhos daqueles que pertencem à sociedade secreta dos Leopardos. Enquanto aprendem sobre suas habilidades e o vasto reino da magia, Sunny e seus amigos devem enfrentar um vilão que ameaça tanto o mundo mágico quanto o não mágico.

A Canção de Aquiles, Madeline Miller

Em “A Canção de Aquiles”, Madeline Miller reimagina a história da Ilíada, contando a vida de Aquiles através dos olhos de Pátroclo, seu companheiro e grande amor. Desde a infância até a guerra de Troia, a relação entre Aquiles e Pátroclo se desdobra contra o pano de fundo de um destino inexorável. A autora tece uma narrativa poética que explora amor, amizade, e o peso das expectativas, apresentando uma visão íntima das lendas que moldaram o imaginário ocidental.

Uma Chama Entre as Cinzas, Sabaa Tahir

Sabaa Tahir nos leva a um mundo inspirado no Império Romano em “Uma Chama Entre as Cinzas”, onde a jovem Laia luta pela sobrevivência de sua família sob o regime tirânico dos Marciais. Quando seu irmão é preso por traição, Laia se infiltra na academia militar do inimigo como escrava, buscando ajuda dos Rebeldes. Paralelamente, Elias, o soldado mais promissor da academia, deseja desesperadamente fugir do destino cruel que a instituição reserva para ele. Seus caminhos se cruzam de forma explosiva, com escolhas que poderão alterar o destino do império.

Camila Nogueira Nardelli
Camila Nogueira Nardelli
Leitora ávida, aficcionada por chai latte e por gatos, a socióloga Camila escreve sobre desenvolvimento pessoal aqui no El Hombre.