Ir no cinema no Brasil é algo complicado. Com a distribuição de filmes se tornando um negócio cada vez mais meticuloso, muitos desses longas acabam chegando ao nosso país tempos depois de terem sido lançados nos EUA – alguns, inclusive, chegam tão atrasados que seus DVDs já são comercializados por lá, aumentando o risco de pirataria.

Uma vez que os filmes que mais trazem bilheteria são os blockbusters, qualquer produção que fuja desse padrão é estudada de forma detalhada antes de chegar no Brasil. E muitos desses filmes acabam recebendo o sinal verde para sua distribuição apenas depois de serem reconhecidos em premiações, trazendo um maior interesse do público – por isso que muitas vezes acabamos assistindo ao ganhador do Oscar depois de seu produtor já ter recebido sua estatueta e feito um discurso ao mundo inteiro.

Por conta disso, assim como acabamos assistindo filmes de 2012 como Django Livre, A Hora Mais Escura e outros apenas em 2013, as chances de vermos os melhores filmes do ano passado só agora são muito grandes.

Por mais problemático que isso seja, o sistema de distribuição de filmes no Brasil acaba tornando os meses de janeiro e fevereiro muito empolgantes. Por isso, fizemos uma lista dos filmes mais comentados e especulados para o Oscar que ainda serão lançados no Brasil.

7# Dallas Buyers Club – 21 de fevereiro

Se existe algo que pode trazer destaque a esse filme é a atuação do renascido Mathew McCounaghey (que já chamou a atenção em Mud e estrelará o novo de Christopher Nolan), interpretando um aidético no período mais obscuro da doença, em 1986. Ao receber um prognóstico de poucos meses de vida, ele começa a trabalhar no tráfico ilegal de remédios que podem promover um tratamento alternativo, que acabou ajudando uma comunidade inteira. Destaque para as atuações de Mathew McCounaghey e Jared Leto, ambos indicados ao Globo de Ouro.

6# Trapaça – 24 de janeiro

Se o novo projeto de David O. Russel não conseguir o mesmo sucesso que o antecessor, O Lado Bom da Vida, pelo menos o Oscar de melhor corte de cabelo ele conseguirá. Com um Christian Bale calvo e um Bradley Cooper com um cabelo mojo, o roteiro ficcionaliza a história real Abscam, uma operação montada pelo FBI em 1978 para flagrar más condutas de congressistas dos EUA. O elenco reúne o diretor a três atores de O Lado Bom da Vida (Bradley Cooper, Jennifer Lawrence e Robert De Niro) e dois de O Vencedor (Christian Bale e Amy Adams), além de contar com Jeremy Renner e Louis C.K. Presente na lista dos 10 melhores filmes de 2013 do American Film Institute.

5# Nebraska – 31 de janeiro

Outro presente na lista do AFI, Nebraska, o primeiro filme de Alexander Payne desde o sucesso de Os Descendentes, tem tudo para ser fiel ao cinema do diretor – um road-movie situado no coração dos EUA, em áreas pouco exploradas pelo cinema norte-americano. Assim como em Os Descendentes, o filme aborda questões de família, em que um pai alcoólatra e cheio de assuntos mal resolvidos viaja com o filho de Montana a Nebraska em busca de uma fortuna que acredita ter herdado. O filme deve aliar o equilíbrio entre drama e comédia típico de Alexander Payne, à bela fotografia em preto e branco. A atuação de Bruce Dern lhe rendeu uma indicação ao Globo de Ouro e o ator é tido como um dos favoritos ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante.

4# 12 Anos de Escravidão – 28 de fevereiro

Principal aposta para o Oscar de Melhor Filme, o novo de Steve McQueen (Shame, Hunger) promete ser a união de seu estilo mais autoral com o mainstream dos grandes dramas americanos indicados ao Oscar. Gerando comentários muito positivos depois de sua apresentação em festivais, o filme narra a história real de Solomon Northup, procurado por dois homens em Nova York que lhe ofereceram um emprego em Washington. Letrado e casado, ele é sequestrado e escravizado por 12 anos, passando por diversos donos. Solomon só conseguiria sua libertação graças a um advogado canadense contrário a escravidão, que o ajudou a enviar cartas à sua esposa – o que deu início a um longo processo judicial. Com elenco com nomes como Brad Pitt, Michael Fassbender, Paul Dano, Paul Giamatti e uma grande atuação de Chiwetel Ejiofor, vivendo o protagonista, o filme é um grande favorito às principais premiações.

3# O Lobo de Wall Street – 24 de janeiro

A nova parceria de Martin Scorsese e Di Caprio tem um tom de Bons Companheiros e parece ser um dos filmes mais divertidos do diretor em anos. A história é de Jordan Belfort, um homem que passou 20 anos na prisão por se recusar a colaborar na investigação de casos de fraude e corrupção em Wall Street. Além de Di Caprio, Jonah Hill e Mathew McCounaghey estão no elenco.

2# Inside Llewyn Davis – Balada de Um Homem Comum – Fevereiro, sem data definida

O novo filme dos irmãos Coen deve unir um pouco do lado musical dos cineastas a seus trabalhos mais dramáticos. A trama é livremente baseada na vida de Dave Van Ronk (rebatizado no filme), um músico fundamental da cena folk do Greenwich Village, em Nova York, nos anos 60. O elenco conta com Oscar Isaac como Llewyn, Carey Mulligan, Justin Timberlake e John Goodman. Um dos melhores filmes de 2013 e uma surpreendente atuação de Isaac.

1# Ela – 7 de fevereiro

A maior surpresa de 2013 conta com uma trama que promete explorar a natureza do amor e a forma como a tecnologia nos isola e nos conecta. O novo filme de Spike Jonze, estrelado pelo sempre ótimo Joaquin Phoenix, Her conta a história num futuro não muito distante de um escritor que compra um novo sistema operacional desenhado para atender todas as suas necessidades e, para sua surpresa, se apaixona pela voz do programa. Pode parecer loucura, mas tudo faz mais sentido quando descobrimos que quem fez a voz do sistema operacional foi Scarlett Johansson.