5 coisas importantes que você precisa saber sobre o pênis

Tamanho é documento? 5 coisas importantes que você precisa saber sobre o pênis

O poeta Vinícius de Moraes, eternamente inspirado pelas mulheres e colecionador de tórridos romances, certa vez foi perguntado sobre qual pedido faria, caso, depois de morrer, pudesse retornar à vida na terra. Diz a lenda, para gargalhada geral, que Vinicius respondeu: “Que meu pênis fosse maior”.

Pesquisas mostram que cerca de 45% dos homens estão insatisfeitos com o tamanho do pênis. Mas nem sempre os homens prestam atenção que as mesmas pesquisas apontam que 84% das mulheres demonstram satisfação com o tamanho do pênis de seus parceiros. 

Para eliminar dúvidas mais comuns e corrigir informações erradas que circulam por aí, preste bem atenção nesta lista das 5 coisas importantes que você precisa saber sobre o pênis

1. Qual é o formato de um pênis médio?

As dimensões do pênis do homem brasileiro têm sido pouco estudadas. No país, as entidades médicas trabalham, em geral, com a informação de que o comprimento médio do pênis do homem adulto é de 13 a 14 centímetros em ereção. 

As técnicas de medição são diversas e, portanto, não vale gastar energia com medições caseiras. Principalmente porque a grande lição é: o que realmente importa é a função sexual. 

Por fim, na questão do formato, o alerta é para a ocorrência de micropênis, uma malformação. Esta doença pode ser detectada na infância e, na fase adulta, o pênis apresenta, em média, comprimento menor que 7,5 centímetros (quando ereto). Neste caso, o urologista vai indicar o melhor tratamento.

2. O tamanho, afinal, importa?

Não. Até porque estudos apontam que a área mais sensível do órgão sexual feminino se localiza, em geral, nos 3 centímetros iniciais. Além disso, a profundidade média das vaginas varia de nove a doze centímetros. Pode ocorrer que a penetração de um pênis mais comprido em uma vagina mais estreita e rasa seja mais difícil e dolorosa. Outra informação importante é que pênis menores crescem proporcionalmente mais – na ereção – do que os pênis considerados grandes. 

3. A curvatura do pênis é importante?

Sim. Embora a curvatura do pênis, quando ereto, possa variar ligeiramente para a direita ou esquerda, se a curvatura dificultar a penetração ou facilitar que o pênis escape durante as relações, pode indicar a Doença de Peyronie (DP). Esta curva pode ser corrigida por meio de intervenções clínicas e cirúrgicas. Busque a melhor terapia consultando um urologista.

4. Ele pode quebrar?

Sim. É uma situação rara, mas pode ocorrer quando o homem faz sexo de forma estressante. Um estudo avaliou 16 casos de fraturas penianas e apontou que metade estava tendo casos extraconjugais na época. A maioria estava realizando fantasias como fazer sexo no carro, no trabalho ou em um elevador. Essas fraturas são muito graves e exigem imediata visita ao pronto-socorro.

5. É possível fazer autoexame no pênis?

Sim. Como na detecção do câncer de mama, amplamente difundido entre as mulheres, há procedimentos simples que os homens podem adotar ao examinar o pênis. A primeira constatação de anormalidade é verificar se sente dor quando masturba ou quando manipula o pênis flácido. Em seguida, tente expor a glande para verificar se existe fimose ou freio curto. Outra ação é apalpar e verificar se há caroços, saliências ou protuberâncias de aspectos incomuns no pênis e no saco escrotal. Por último, verifique se o pênis, quando ereto, tem inclinação para algum dos lados que atrapalhe a penetração. Diante de qualquer alteração, ou caso fique em dúvida, não hesite em procurar um urologista. 

Estas cinco informações sobre o pênis estão longe de esgotar o tema. É importante saber que raramente o tamanho do pênis é o fator mais significativo nas relações sexuais e no prazer. Antes que dê ouvidos para técnicas mirabolantes e mágicas sobre o desempenho do pênis, procure um especialista que irá estabelecer um leque de opções eficazes e realistas.

Fontes: Dr. Paulo Egydio, King’s College London, South London e Maudsley NHS Foundation Trus, MedicaNewsToday.