Hoje começa a Libertadores 2016, sonho de consumo de todos os times, jogadores — e torcedores — do Brasil. Para ajudá-lo a acompanhar o campeonato, fizemos um guia básico sobre os desafios que os clubes nacionais têm pela frente, quem são os grandes nomes da competição e quais clubes estrangeiros podem estragar a nossa festa:

TIMES BRASILEIROS

1ae4

Corinthians: O atual campeão brasileiro teve uma pré-temporada nebulosa. Nada menos do que 6 titulares trocaram o time pela China ou França. A boa notícia para os corintianos? Com Tite no banco, o melhor técnico do Brasil hoje, sempre há esperança. E mesmo com os desfalques, o elenco do Corinthians continua forte. Seus adversários na primeira fase serão o Cerro Porteño (PAR), Cobresal (CHI) e Santa Fe (COL). É um grupo aparentemente tranquilo para o Timão iniciar sua jornada em busca do bi na Libertadores. O primeiro título foi em 2012.

Palmeiras: A vida do Palmeiras na primeira fase da Libertadores, onde já foi campeão em 1999, não será fácil. Em seu grupo há os tradicionais Nacional (URU) e Rosario Central (ARG), além do azarão River Plate (URU), que não deve ser confundido com seu homônimo argentino. Mas quando o assunto é mata-mata, o panorama melhora para o Verdão, que já provou seu caráter em jogos decisivos ao vencer a Copa do Brasil em 2015.

São Paulo: É o time brasileiro mais bem-sucedido na Libertadores, empatado com o Santos, com três títulos: 1992, 93 e 2005. A torcida tricolor está animada com a volta de Lugano, para assumir a liderança deixada por Rogério Ceni, que se aposentou em 2015. Seu grupo tem o atual campeão da Libertadores, o River Plate (ARG), além do mediano The Strongest (BOL) e o fraco Trujillanos (VEN). Uma complicação pode ser, além do River, a altitude boliviana. Mas deve avançar.

Atlético MG: O Galo está numa ótima fase de sua história: são quatro participações seguidas na Libertadores, incluindo o inédito título de 2013 com Ronaldinho Gaúcho no elenco. E, desta vez, a torcida atleticana terá novamente um ídolo nacional vestindo sua camisa: Robinho. Seu grupo é o mais fácil entre os times brasileiros, contando com Colo-Colo (CHI), Independiente del Valle (EQU) e Melgar (PER).

Grêmio: As últimas três campanhas do Grêmio na Libertadores, onde foi bicampeão em 1983 e 1995, terminaram precocemente nas oitavas: 2011, 13 e 14. O time também enfrenta uma seca de grandes títulos. O último foi há 15 anos, quando venceu a Copa do Brasil. Mas seu elenco é sólido e a torcida está animada com a chegada do equatoriano Miller Bolaños, que fez 6 gols na Libertadores de 2015. Infelizmente o Tricolor Gaúcho terá uma pedreira na primeira fase contra os fortes LDU (EQU), San Lorenzo (ARG) e Toluca (MEX).

GRANDES NOMES

tevez-REUTERS_3392808b

Muita gente estará de olho em Robinho, que retorna ao Brasil depois de uma temporada na China. Será que ele conseguirá repetir o feito de Ronaldinho Gaúcho em 2013 e ajudar o Atlético-MG a ganhar mais um título da Libertadores?

No São Paulo, existe a expectativa de que Ganso enfim atinja seu potencial de craque, algo aguardado desde o início de sua carreira no Santos. E a zaga do time estará estrelada com Lugano, presente na campanha vitoriosa do time em 2005.

Outro candidato a herói da competição é o goleiro palmeirense Fernando Prass. Ele já se provou um gigante nos pênaltis na Copa do Brasil. Quem sabe agora repete o feito de Marcos em 1999?

O Grêmio e o Corinthians, apesar de terem bons jogadores, têm como grande destaque a força do grupo. E Tite, mesmo sendo técnico, merece um lugar nesta lista de craques. O cara é simplesmente um monstro dos esquemas táticos.

Fora do Brasil, o grande nome é Carlos Tevez, que está de volta ao seu amado Boca Juniors após 10 anos jogando em alto nível na Europa. Ele acabou de ser bicampeão italiano pela Juventus — incluindo um vice na Champions League — sendo eleito o melhor jogador do time em ambas temporadas.

TIMES PERIGOSOS

11F

O maior perigo para os times brasileiros está na Argentina. O River Plate é o atual campeão do torneio, mas o Boca Juniores também teve uma ótima temporada em 2015, com uma dobradinha na Liga e na Copa Argentina. O San Lorenzo, que venceu a Libertadores 2014, também é uma parada dura. Correndo por fora há o Tigres UANL, campeão mexicano e vice na Libertadores em 2015.

CALENDÁRIO

tac3a7alibertadores

A Libertadores começa hoje, com Palmeiras vs River Plate (URU) às 21:45. Amanhã o São Paulo entra em campo contra o The Strongest (BOL) às 19:30, o Atlético pega o Melgar (PER) às 21:45 e o Corinthians joga contra o Cobresal (CHI) também às 21:45. Já a estreia do Grêmio ficou para quinta-feira, versus Toluca (MEX), à meia-noite.

Se você quiser ver o calendário completo e acompanhar a classificação atualizada, sugiro adicionar as páginas especiais do GloboEsporte ou ESPN em seus favoritos. Lembrando que o mata-mata tem início em 27 de abril e as finais — para quem chegar até lá — são nos dias 20 e 27 de julho.