O macaquinho para homens é a nova (e polêmica) febre mundial da moda masculina

Você já ouviu falar no macaquinho? Mas não os nossos carismáticos amigos primatas, e sim a peça de roupa? Trata-se de uma versão curta do macacão que as mulheres usam e adoram há muito tempo.

Se você ainda não conhecia, é melhor se acostumar com a palavra, porque essa é a nova (e polêmica) febre mundial da moda masculina.

Uma marca americana lançou no Kickstarter um projeto chamado RompHim — um trocadilho com “romper”, como a peça é chamada em inglês — com a meta de arrecadar US$ 10 mil em 30 dias.

Para resumir a ópera, o crowdfunding teve início 5 dias atrás e eles já levantaram US$ 290 mil, com o valor crescendo exponencialmente a cada hora que passa.

Instagram/ @originalromphim

O macaquinho masculina já existia antes da RompHim ser criada, mas era um negócio raríssimo de ser ver por aí. E bota raríssimo nisso. Agora virou mainstream em questão de dias.

Muita gente caiu matando. Mas sabe quem já usou um? Ninguém menos do que o James Bond de Sean Connery, um símbolo da masculinidade, em “Goldfinger”, de 1964:

Qual é a minha posição sobre esse assunto polêmico? Estou no meio do caminho. Acho o macaquinho masculino uma ideia válida para usar na saída da piscina ou do mar num dia quente de verão.

Mas não acredito que combina com um ambiente urbano, até porque às vezes ele lembra um pijama. E vocês, senhores? Usariam esse macaquinho para homens da RompHim? Em qual situação? Vou colocar mais algumas fotos para ajudá-los a formar a opinião:

Instagram/ @originalromphim

Instagram/ @originalromphim

Instagram/ @originalromphim

Post publicado em 19/05/2017