fbpx
sexta-feira, julho 19, 2024
InícioLifestyle5 destinos da América do Sul para desfrutar de bons vinhos

5 destinos da América do Sul para desfrutar de bons vinhos

O enoturismo é uma forma de turismo que combina a paixão pelos vinhos com o interesse em conhecer a cultura de um lugar – e a América do Sul possui um grande número de vinhedos e vinícolas que produzem alguns dos melhores vinhos do mundo, além de oferecer experiências únicas para os viajantes que desejam explorar as paisagens e a rica história da região.

Argentina, Chile, Uruguai e Brasil são alguns dos países mais notáveis ​​em termos de produção de vinho e turismo na América do Sul, mas também existem outros que oferecem opções interessantes aos visitantes. Aqui estão 5 países sul-americanos com suas vinícolas e vinhedos para uma viagem em que o vinho é o protagonista do roteiro.

1# Argentina

Argentina é um dos maiores produtores de vinho da América do Sul e possui algumas das vinícolas mais famosas da região. A maior parte dos vinhedos está localizada na região de Mendoza, no oeste do país, conhecida por suas paisagens montanhosas e pelos vinhos Malbec.

Mendoza fica na região andina central da Argentina. As condições naturais (altitude, diferenças térmicas, solos, aridez, entre outras) favorecem o cultivo da uva. Existem mais de 1.000 vinícolas em Mendoza, muitas das quais oferecem vistas intocadas da Cordilheira dos Andes. É uma região vinícola muito diversificada para explorar. Você pode alugar bicicletas e pedalar entre as vinícolas de Maipu e Luján de Cuyo. Ou optar por um luxuoso menu degustação no Valle de Uco. Mas a qualidade dos vinhos é o grande atrativo!

2# Chile

O Chile é outro dos principais produtores de vinho da América do Sul. O país possui um grande número de vinhedos localizados em diferentes regiões. O Vale de Casablanca é uma das principais regiões vinícolas do Chile e combina influências costeiras com um terroir ideal. Este local tornou-se conhecido pela sua viticultura de clima fresco, proporcionando um ambiente ideal para o cultivo de castas excepcionais.

A apenas 45 minutos da capital, Santiago, está o maior produtor de vinho da América Latina, Concha y Toro, um lugar para aprender sobre os vinhos Cabernet que definem a região. Já a pouco mais de duas horas da capital chilena, na fronteira sul do Vale Rapel, está Colchagua, área conhecida por seus Carménère, Syrah e Malbec encorpados e requintados. As paisagens pitorescas dos vinhedos chilenos, emolduradas pelo Oceano Pacífico e pelos Andes, criam um cenário deslumbrante para os visitantes e seu fácil acesso a partir da capital, Santiago, fazem desses lugares uma excelente opção de destino para degustação de vinhos na América do Sul.

3# Uruguai

O Uruguai é reconhecido mundialmente pelo seu Tannat, a mais emblemática uva da região. O país possui vinícolas no norte, sul, leste e oeste. Cada uma destas regiões, devido ao local onde as parreiras crescem, apresenta um grande número de nuances de sabores.

Embora Montevidéu seja a movimentada capital deste país sul-americano, está próximo das melhores vinícolas e é um excelente ponto de partida para qualquer excursão. O Uruguai também teve o cuidado de criar a sua própria Rota do Vinho (Ruta del Vino) nos arredores da cidade, na região de Canelones. Colônia, Maldonado, San José, entre outras, também oferecem visitas guiadas, almoços, degustações, hospedagem e tudo o mais para que você possa desfrutar de uma experiência completa.

4# Brasil

A região da Serra Gaúcha é especialmente conhecida pelos seus vinhos espumantes, bem como suas paisagens espetaculares e uma grande variedade de vinícolas. Os espumantes produzidos na região são muito frescos e saborosos devido ao clima quente. Já entre as variedades destaca-se o Merlot, mas também são produzidos Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Tannat, Chardonnay e Pinot Noir.

Ainda no Sul do país, está a Campanha Gaúcha, região que se estende ao longo da fronteira com o Uruguai e é responsável por 15% da produção de vinho no país, atrás apenas da Serra Gaúcha. O enoturismo leva ainda os visitantes ao Vale do São Francisco, localizado no estado da Bahia, Nordeste do Brasil, onde destacam-se as uvas Syrah e Cabernet Sauvignon. O Vale do São Francisco agora é uma Indicação de Procedência (IP) para vinhos e espumantes, a mais recente no país.

5# Bolívia

A indústria vinícola da Bolívia está em franca ascensão na América do Sul. Há muito tempo que o país é conhecido por produzir vinhos artesanais, bem como a sua bebida nacional singani – um destilado à base de uva moscatel.

As vinícolas de Tarija, no extremo sul do país, são as mais altas do mundo e colocam a Bolívia na Rota do Vinho. A variedade Tannat é a mais popular produzida em Tarija, pois o clima seco e a altitude são os mais adequados para esta uva de casca grossa. As vinhas também estão expostas a muito mais sol do que em qualquer outro lugar, o que leva aos sabores intensos encontrados no Tannat.

Estes são alguns dos muitos destinos de vinho excepcionais na América do Sul, cada um com sua própria história, cultura vinícola e variedades de uvas distintas. Eles são facilmente acessíveis a partir de cidades e capitais sul-americanas. Equilibre passeios pelos vinhedos e degustação de vinhos com destinos encantadores para criar o itinerário perfeito.

Redação El Hombre
Redação El Hombrehttps://www.elhombre.com.br
O El Hombre é um portal de lifestyle para o homem contemporâneo com mais de 5.000 artigos sobre estilo, carreira, fitness e muito mais. Fale conosco pelo email [email protected]