5 lições de vida com a série “Lúcifer”

Ah, o que seria de nós sem uma boa série para relaxar nos momentos de descanso? A nossa nova obsessão aqui no El Hombre é “Lúcifer”. A história é a seguinte: o Diabo, depois de milhares de anos cuidando do Inferno, decide tirar umas férias em Los Angeles. Só que ele gosta tanto da vida boêmia na Califórnia que acaba ficando definitivamente por lá. Além de ser dono da boate mais quente da cidade, Lúcifer também acaba virando consultor da polícia, ajudando a detetive Chloe Decker a desvendar assassinatos. Como é tradição no El Hombre, sempre que viciamos numa série, reunimos algumas lições de vida com o protagonista. Bora ver?

1# CUIDE DA IMAGEM PESSOAL

Não poderíamos esperar nada menos do que um estilo impecável por parte do Diabo, né? Ele sabe trabalhar a sua imagem pessoal com maestria — sempre vestindo ternos bem cortados, com finos sapatos italianos e um grooming profissional. Isso não significa, é claro, que todos nós deveríamos seguir exatamente a mesma receita. O importante é o conceito. Cada homem deve buscar o seu estilo próprio e investir nele, porque a maneira como nos apresentamos ao mundo é muito importante para as relações pessoais e profissionais.

2# DESENVOLVA A CONFIANÇA

Além de estar sempre bem-vestido, Lúcifer é dono de uma confiança inabalável. Ele se sente à vontade em qualquer ocasião e nunca esconde a sua personalidade com receio de ser rejeitado por alguém. É 100% autêntico. Aliás, ele faz questão de dizer a todos que realmente é o Diabo, apesar de ninguém acreditar nisso. Todos acham que é uma metáfora, mas enfim, esse não é o ponto. O importante é a grande autoconfiança que ele tem.

3# CULTIVE SUA VEIA ARTÍSTICA

A vida é muito mais do que o trabalho, senhores. E uma das melhores maneiras de aproveitar os nossos dias na Terra é admirando as artes — como as boas séries de TV, aliás. Lúcifer tem no meio da sua boate um belíssimo piano cauda longa, no qual faz apresentações memoráveis quando está no clima. Investir numa veia artística é essencial para todo homem, pois isso ajuda você a desenvolver a sua criatividade, capacidade de concentração e disciplina, entre outros benefícios. Não importa o que você escolher. Seja um instrumento, ou pintura, ou literatura, ou qualquer outra coisa, a questão é encontrar uma paixão e se dedicar a ela.

4# DANE-SE A OPINIÃO DOS OUTROS

Esse aqui é um ponto importante da série: Lúcifer não é malvado. Pelo contrário, em vários momentos ele demonstra ser um personagem altruísta e generoso, ao contrário da imagem que muitas pessoas têm dele. E ele se incomoda com isso? Bom, para falar a verdade, às vezes sim! Rs. Mas na maior parte do tempo, Lúcifer não liga para a opinião alheia. Ele compreende que as pessoas, em geral, são injustas com seus julgamentos — e não se deixa abalar por isso.

5# ASSUMA A RESPONSABILIDADE

E eis que chegamos a uma lição que a série nos ensina não pela virtude e, sim, por demonstrar um defeito do Lúcifer. Ele tem uma grande dificuldade em assumir a responsabilidade por seus erros, o que acaba o impedindo de evoluir em algumas questões pessoais. A raiz disso? Como nós sabemos, ele tem uma relação meio ruim com seu pai — no caso, Deus! Rs. E acha que ele está sempre manipulando a sua vida. Apenas quando Lúcifer se dá conta de que seus fracassos — e sucessos — estão na conta dele próprio, não de influências externas, é que ele começa a amadurecer em certos aspectos.

VÍDEO EM DESTAQUE