Aprenda a identificar os 8 tipos de pessoas tóxicas

Você possui uma pessoa tóxica em sua vida? Em caso negativo, dê-se por feliz. Em caso positivo, continue a ler esse texto, pois vamos ensinar a melhor maneira de lidar com ela. Ou “elas”, no plural.

Resumidamente, pessoas tóxicas tendem a drenar a nossa energia, a jamais oferecer-nos apoio e suporte, a exigir que ofereçamos todo apoio e suporte a elas — e a agir de modo imprevisível, deixando-nos confusos e desconcertados na maior parte do tempo.

Pense nas pessoas que conhece. Elas se encaixam em quantas dessas categorias?

➤ Você se sente tenso, desconfortável ou infeliz em sua presença;
➤ Você se sente exausto no momento em que se separam;
➤ Você teme as suas reações, pois são sempre inesperadas;
➤ Você se sente obrigado a resolver todos os seus problemas;
➤ Você se sente triste, deprimido ou irritado quando estão juntos;
➤ Você se sente obrigado a impressioná-la;
➤ Você se sente sempre na defensiva;
➤ Você é afetado pelos seus dramas ou pelos seus problemas;
➤ Essa pessoa ignora as suas necessidades;
➤ Essa pessoa exige tudo de você, mas jamais te dá qualquer coisa em troca;
➤ Essa pessoa jamais se desculpa nem reconhece seus próprios erros;
➤ Essa pessoa não respeita o seu espaço e a sua privacidade;
➤ Essa pessoa o leva a fofocar ou a agir com crueldade;
➤ Essa pessoa desperta as suas piores qualidades.

O pior? Elas muitas vezes são encantadoras, e a sua habilidade de manipulação as leva a tirarem o melhor das pessoas que passam pelas suas vidas.

OS DIFERENTES TIPOS DE PESSOAS TÓXICAS

Há numerosas espécies de pessoas tóxicas, e as mais nocivas entre elas encaixam-se não apenas em uma dessas categorias, mas em muitas delas. 

Saber identificar uma pessoa tóxica é necessário, uma vez que nem todas as pessoas que possuem um temperamento difícil ou são excessivamente vaidosas, por exemplo, são de fato tóxicas.

E mais: a humanidade é tão complexa que uma pessoa que lhe faz mal e com quem você é incapaz de lidar pode muito bem ser alguém de quem outro saberia tirar o melhor.

1# O NARCISISTA

Os narcisistas podem ser identificados com alguma facilidade, visto que são aqueles que não permitem aos demais uma só palavra em uma conversação. Eles nem mesmo exigem uma resposta. Eles adoram falar a respeito de si próprios e de sua própria vida – ou adoram ouvir a sua própria voz, talvez.

Se, no curso de uma conversa relativamente longa, a outra pessoa não lhe fizer uma única pergunta, não esperar pelas suas respostas e não ficar quieta, mantenha em relação a ela uma distância polida. Em relacionamentos pessoais, tais pessoas tendem a ser muito auto-centradas e a não se preocupar com os sentimentos e as necessidades dos outros.

2# O ULTRA CONTROLADOR

O ultra controlador é aquele que pretende assumir controle total sobre todos e tudo ao seu redor, em todas as situações. Ele quer decidir o que você faz, o que você diz e mesmo o que você pensa.

Opinião absoluta sobre o que você come? Ele tem. Sobre a sua roupa? Ele tem. Sobre o que você estuda? Ele tem. Sobre o seu trabalho? Ele tem. Sobre o seu relacionamento? Ele tem. Sobre as séries que você assiste? Ele tem.

Numa relação assim, essa pessoa raramente lhe dará espaço para respirar e nunca o deixará em paz até que você confunda a sua vontade com a dela. Se você preza pela sua liberdade, é importante posicionar-se firmemente diante de um ultra controlador. Mostrar que você só quer conselho quando pedir, não o tempo inteiro.

3# A NUVEM DE NEGATIVIDADE

Uma pessoa excessivamente negativa é aquela que drena a sua positividade e otimismo até que não sobre mais nada, tendo sempre algo triste, negativo e pessimista a dizer.

Você recebeu um aumento? Ainda é pouco, tendo em vista o quanto você trabalha… Você comprou roupas incríveis? Mas nos últimos tempos você mal tem saído… Você vai viajar para a praia no final de semana? Bem, espero que não chova o tempo inteiro…

Em relacionamentos, tais pessoas jamais conseguem enxergar o lado positivo e tendem a reclamar continuamente não apenas de você, mas de todas as coisas.

A nuvem de negatividade jamais dividirá a sua alegria. Ela jamais se sentirá feliz pelas suas conquistas. Você deseja um amigo assim?

4# A VÍTIMA

“Se uma pessoa é uma idiota, essa pessoa é uma idiota; se todas as pessoas são idiotas, o idiota é você”, dizem.

A vítima está sempre sofrendo. As pessoas ao redor dela são cruéis, insensíveis, egoístas, exploradoras. A vítima quer a sua simpatia, a sua compreensão e o seu apoio, mas jamais os seus conselhos. Você oferece ajuda e soluções, mas eles jamais desejam resolver nada. Ao contrário, satisfazem-se em reclamar continuamente.

Um velho ditado afirma que a dor é inevitável, mas que o sofrimento é opcional, e ele resume muito bem a mentalidade da vítima, que sempre opta pelo sofrimento.

Estar ao lado de uma vítima, a menos que você saiba lidar com ela, tende a ser péssimo para a sua produtividade, para o seu humor e mesmo para a sua saúde.

Não se engane: ao se relacionar com uma vítima, um dia você provavelmente se tornará parte do drama.

5# O MENTIROSO

É comum mentirmos de vez em quando – embora o ideal seja nos esforçarmos para não fazê-lo. Mas existe um limite para tudo.

Sabe aquela pessoa em quem jamais podemos confiar inteiramente? Aquela pessoa que, de certo modo, parece viciada em narrar situações fantasiosas como se fossem legítimas?

É impossível confiar em um mentiroso. A desonestidade é especialmente cansativa, já que nos obriga a duvidar continuamente de tudo o que a outra pessoa nos diz.

Nós podemos desejar confiar com todas as nossas forças; nós podemos estar envolvidos, fascinados, e podemos até querer estar cegos – mas cegos não podemos ser. Mesmo que tentemos crer na palavra do amigo que um dia nos enganou, somos incapazes de fazê-lo.

6# O CRIADOR DE INTRIGAS

Em certa medida, as pessoas costumam comentar um pouco acerca da vida dos outros. 

Isso é indesejável? Muito. Mas nem sempre é sinal de que você está lidando com alguém propriamente tóxico.

Mas, a partir do momento em que você nota que uma pessoa não é capaz de manter uma conversação sem criticar outras pessoas ou sem reclamar delas, em especial se o alvo da crítica não está presente, é melhor manter a distância.

Em primeiro lugar, não se deixe convencer a entrar na conversa. É provável que o criador de intrigas dê um jeito de, manipulando as suas palavras, fazê-lo se converter no vilão da história.

E, em segundo lugar, lembre-se que, um dia, você provavelmente será o alvo das críticas dele.

7# O JUÍZO FINAL

Algumas pessoas possuem o que podemos chamar de “complexo de Juízo Final“.  Aos olhos de tais pessoas, você é sempre o problema. A questão é quem você é, o que você fez, o que você não fez…

Aqueles que se comprazem em julgar os outros jamais aceitam a responsabilidade por seus próprios atos e palavras. Eles jamais se desculpam, porque não veem motivo algum para fazê-lo – a culpa jamais é deles.

8# O EXIGENTE

Fuja das pessoas que estão sempre exigindo que você comprove os sentimentos que têm por elas.

Esse alguém sempre o forçará a escolhê-lo em detrimento de algo que você quer, de uma pessoa que você ama ou o que quer que seja.

Em última instância, o seu relacionamento se tornará um tipo de dinâmica de poder, e o seu amigo, parente ou parceiro exigente poderá chegar ao ponto de demandar que você corte relações com outras pessoas ou que abandone as coisas que ama.

Eu adoro a história segundo a qual uma dama, para experimentar o amor de um homem, jogou sua luva numa jaula de leões. O cavalheiro arriscou a vida e retirou a luva da jaula, apenas para atirá-la na direção da dama cruel e ir embora. Siga esse exemplo.

E tome um cuidado especial com as pessoas que unem o perfil exigente e vitimista, já que estas são particularmente manipuladoras e poderão influenciá-lo a tomar uma série de decisões e fazendo-o sentir como se a decisão fosse sua.

VÍDEO EM DESTAQUE