BB King, Robert Johnson e mais 7 gênios do blues para conhecer

O blues é um gênero musical histórico — e não só pelas canções emocionantes, mas também pelo contexto social no qual teve origem. Acredita-se que o blues nasceu no final do século 19, como uma forma dos escravos negros, principalmente ao sul dos Estados Unidos, expressarem seu sofrimento por meio da música.

Com o passar do tempo, o blues se tornou a raiz de outros gêneros musicais como jazz, R&B e até rock. Muitos artistas se destacaram ao longo dos anos com seus talentos, criatividade e musicalidade.  Para aqueles dispostos s conhecer um pouco mais desse gênero, reunimos aqui 9 grandes nomes de blues.

Robert Johnson

Para muitos, Robert Johnson é considerado o pai do blues. Ele se destacou pela habilidade em cantar, tocar violão e escrever música. Teve uma vida curta: morreu aos 27 anos, em 1938, e não chegou a atingir um grande destaque público durante sua época, tampouco sucesso comercial. Porém, Johnson foi uma enorme influência para as gerações seguintes.

Muddy Waters

Muddy Waters é considerado como o principal nome do Chicago Blues, uma categoria regional que se caracteriza pela introdução da guitarra elétrica ao gênero. Muddy, cujo verdadeiro nome é Mckinley Morganfield, começou a gravar no final da década de 40 e passou a ser destaque na década seguinte com músicas icônicas como “Hoochie Coochie Man”, “I Just Want to Make Love to You” e “I’m Ready”.

Gary Moore

O artista irlandês se destaca por ter sido um guitarrista legendário. Gary é visto não só como um grande artista do blues, mas também de rock, no qual se destaca seu álbum “Still Got the Blues”, de 1990, como um retorno a esse gênero após vários anos experimentando outros ritmos e tipos de música.

Howlin’ Wolf

Com voz rouca e físico imponente, Howlin’ Wolf (Chester Arthur Burnett) é um conhecido nome da história do blues de Chicago. Foi conhecido pela sua rivalidade com Muddy Waters, mas nunca foi algo sério, já que chegaram a gravar juntos. Wolf é célebre por sua forma inusual de composição, na qual somente sentia a música e rapidamente improvisava.

John Mayall

O artista inglês John Mayall se destaca por uma carreira de mais de 50 anos. Durante a década de 60, Mayall fundou a banda John Mayall & the Bluesbreakers, na qual passaram vários artistas famosos de blues e rock como Eric Clapton, Peter Green, Jack Bruce e Mick Fleetwood.

Stevie Ray Vaughan

Com uma carreira solo curta, o artista americano é referência no renascimento do blues na década de 1980. Apesar de sua prematura morte em 1990, com apenas 36 anos, Stevie é conhecido pelos seus solos na guitarra, assim como suas músicas totalmente instrumentais. É uma grande referência no Texas Blues, que se destaca por envolver elementos do jazz e swing.

Freddie King

Outro nome conhecido do Texas Blues é Freddie King, considerado um dos “três reis do blues” com B.B. King e Albert King. O artista pelo conhecido pela sua voz e habilidade na guitarra, tendo composto canções de grande sucesso como “Have You Ever Loved a Woman” e “Hide Away”.

Albert King

Com 1,93 metro de altura e pesando 110kg. Albert King foi também conhecido como “The Velvet Bulldozer”. Em português, seria algo como “A escavadeira de Veludo”. Pioneiro do Electric Blues, ele é famoso por tocar uma guitarra destra (sendo ele canhoto) de cabeça para baixo. Albert foi uma grande influência para outros artistas conhecidos como Eric Clapton e Jimi Hendrix. Uma de suas músicas mais populares é a “Born Under a Bad Sign”.

B.B. King

Claro que não poderíamos encerrar a lista sem mencionar cantor, compositor e guitarrista B.B. King, o maior astro desse gênero musical, considerado por muitos o rei do blues. Ele ganhou 15 prêmios no Grammy e manteve uma média de 300 shows por ano ao longo de 5 décadas. A revista “Rolling Stone” o classificou em 6º lugar na lista dos 100 maiores guitarristas de todos os tempos.