fbpx

Bruno Mars, o maior showman da atualidade

Pedro Nogueira
Pedro Nogueira Editor-Chefe

Devo começar este texto com uma confissão: até poucos dias atrás, eu não sabia nada sobre Bruno Mars. Sim, eu já tinha ouvido dele e conhecia uma música ou outra.

Mas na minha ignorância, imaginei que se tratava apenas de mais um cantor pop em alta que, em pouco tempo, já estaria esquecido pelas pessoas.

Eu não poderia estar mais errado.

Depois de assistir ao seu espetáculo no Super Bowl, a minha opinião foi de um extremo para o outro. (Eu nem reconheci o seu rosto de primeira, admito, foi preciso que um amigo me avisasse que aquele era o Bruno Mars.)

Hoje acho que Bruno Mars é o maior showman – não artista, bom notar – da atualidade. E o que me levou a esta conclusão foram estes 9 momentos de sua apresentação domingo, no Super Bowl 2014:

1# Ele dança como o Michael Jackson

A1D421BEBEB6F18529794C31156BB_h498_w598_m2

Com seus passinhos ensaiados, Bruno Mars e sua banda parecem uma versão moderna dos Jackson 5; houve até mesmo um momento do espetáculo que lembrou a produção de Smooth Criminal. E, sejamos honestos, o homem tem um talento do capeta nos pés, como provou ao fazer uma dança solo no meio do show.

2# Ele canta como o Sting

can

Eu não fazia ideia de que “Locked Out of Heaven” era de Bruno Mars até ouvi-lo cantando no Super Bowl. Para mim, a música era do Sting. (Ok, pode rir da minha cara, vai.) Enfim. O fato é que sua voz fina lembra muito a do cantor do Police. E se isso não é sinônimo de qualidade, o que é?

3# A produção do seu show é espetacular

S

Ok, obviamente ele não montou aquele espetáculo de luzes sozinho; a equipe que o fez deve ter dezenas de pessoas. Mas como estrela do show, sem dúvida Bruno é o responsável por dar a palavra final sobre os arranjos. E não existe outro adjetivo para descrever a produção além de “incrível”.

4# O cara destrói na bateria

bateria

Bruno começou o show não no microfone, o seu habitat natural – e, sim, na bateria. O que foi aquilo? Um solo de quem nasceu com as baquetas na mão.

5# É um compositor versátil

ver

O show começou com a poderosa “Locked Out of Heaven”, que fez todo mundo tirar os pés do chão. (Desculpem o chavão, sei que parece coisa de axé, mas foi exatamente o que aconteceu.) E terminou com a romântica “Just the Way You Are”, que certamente arrancou lágrimas de muita garota por aí. Não é fácil passear – e bem – por terrenos tão diferentes da música.

6# Sabe escolher suas participações especiais

red hot

Quando parecia que o show estava no ápice e que não podia mais melhorar, eis que chega o convidado especial de Bruno para a noite: Red Hot Chili Peppers, com Anthony Kiedis e Flea simplesmente apavorando na performance.

7# Se cercou de uma banda incrível

banda

Nenhum artista faz verão sozinho. Mas este é um problema com o qual Bruno não precisa se preocupar. A sua banda de apoio é um espetáculo à parte: os caras tocam demais, dançam bem e preenchem o palco com uma puta animação.

8# Tem um baita carisma

B

Nenhum dos itens anteriores serviria de muita coisa se faltasse a ele carisma. Não é o caso. Bruno não deixou a peteca cair em instante algum no show inteiro do Super Bowl e teve o público em sua mão o tempo inteiro. Foi uma apresentação que obrigou as pessoas a deixarem a televisão ligada durante o intervalo todo – e aos torcedores do estádio segurarem o xixi mais alguns minutos antes de ir ao banheiro.

9# E há ainda o recorde de audiência

dan

Entre os artistas que já se apresentaram no intervalo do Super Bowl estão Rolling Stones, Prince, Paul McCartney , Michael Jackson, Madonna, Aerosmith e U2, para ficar apenas em alguns. E Bruno quebrou o recorde de audiência da história do evento, com 115,3 milhões de telespectadores. Ou seja, muitas pessoas devem ter sido convencidas – como eu – de que Bruno Mars é realmente o maior showman da Terra hoje.