Como discutir uma relação em 5 passos

O que mais tenho escutado por aí é gente reclamando da falta ou falha na comunicação com o parceiro. Se comunicar é uma arte. E não é algo que fazemos uma vez por mês, fazemos todos os dias. Falar o que quer, o que pensa e o que sente não é para qualquer um, é preciso certa dose de coragem.

Em uma relação não existe a desculpa de que você é responsável somente pelo que fala e não pelo que o outro entende. Se você quer se dar bem com o sexo oposto ou ter uma relação saudável precisa se comunicar decentemente.

Falar não serve para soltar tudo que vem a sua mente, serve para entender o que se passa com o outro. O segredo na maior parte das vezes não são as palavras, mas o jeito como elas são colocadas e o modo como você age enquanto fala ou escuta. O que a gente quer é encurtar o caminho para você se comunicar abertamente e, o mais importante, ser justo.

1# Não escreva

Em época de Whatsapp e torpedo virou moda ter conversas profundas pelo celular. Conversa boa é olho no olho. Conversar por mensagens te impede de ver a reação da outra pessoa e tudo vira interpretação de texto. O teclado emojis não funciona no lugar das emoções. Fica bem difícil levar a sério uma conversa com alguém te enviando uma carinha vermelha querendo demonstrar raiva.

2# Observe

Quando a gente começa a falar fica difícil prestar atenção ao outro porque as emoções podem dominar a conversa. Preste atenção ao seu tom de voz e a linguagem corporal do outro. A moça está gritando? As respostas são monossilábicas? Os braços estão cruzados? O que não é dito diz muito sobre o quanto a pessoa se importa com aquela situação. Se você prestar atenção fica mais fácil mudar o rumo da conversa para que a comunicação tenha efeito.

3# Ouça

A primeira coisa que queremos em um confronto é ter argumentos para rebater o que o outro vai falar. Neste caso, você simplesmente não ouve. A pessoa que está falando é a chave para os esclarecimentos que você precisa. Escute.

4# Seja simples

Sarcasmo, ironia e conversas sem objetividade não vão te levar a lugar algum. O jeito certo de conversar pode até soar meio brega, mas é simples: “Não gostei disso…” ou ”Estou me sentindo assim…” Quando a pessoa sabe que não vai ter drama o ambiente fica mais amigável, o que facilita qualquer conversa.

5# Agradeça

Essa é a parte mais difícil para os brasileiros. Achamos que o outro tem obrigação de nos ouvir. Nunca paramos de falar. Aqui tem sol o tempo todo, cerveja gelada e churrasco e somos todos muito abertos a falar. É quase uma obrigação patriótica ser extrovertido. Agradecer alguém por nos ouvir é coisa rara. Agradecer não apenas torna o ambiente mais agradável, mas a comunicação mais aberta para acontecer novamente no futuro.